Transferência de água | Paralisou a transferência de água de Zamora para Portugal

27/09/2022 às 15:55

Husa


Socorro dos irrigantes e municípios ribeirinhos para a medida

o A Confederação Hidrográfica do Douro paralisou a transferir de água para Portugal.

O alarme causado pela descarga drástica de reservas em toda a bacia do Douro surtiu efeito e desde esta segunda-feira foi dada uma ordem do Ministério da Transição Ecológica e do Desafio Demográfico para interromper a transferência que foi realizada para cumprir o Convenção de Albufeira.

A medida ameniza o desconforto e a preocupação gerados, tanto das comunidades irrigantes quanto das prefeituras ribeirinhas que ameaçavam mobilizações imediatas caso o desembalse não fosse interrompido.

Os prefeitos assinaram uma carta onde mostram sua “forte protesto, profunda rejeição e total desacordo com a política de gestão destrutiva que a Confederação Hidrográfica do Duero (CHD) vem realizando com os reservatórios de nossa província e especialmente com Ricobayo”.

Contagem regressiva

O Governo de Espanha comprometeu-se a transferir para Portugal, antes de 30 de Setembro, 400 hectómetros cúbicos de reservas da albufeira de Almendra. Um aporte que vai baixar o nível atual em até 20 metros, cuja capacidade é de 32%, com 869 hectômetros cúbicos.

A medida também afetou a descarga em Ricobayo, que passaria de 38,95% de sua capacidade total para apenas 16% de suas reservas hídricas.

Calvin Clayton

"Encrenqueiro incurável. Explorador. Estudante. Especialista profissional em álcool. Geek da Internet."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *