UBS é multado em US$ 51 milhões pelo regulador de Hong Kong por cobrar demais de clientes

HONG KONG, 11 de novembro (Reuters) – O banco suíço UBS foi multado em HK$ 400 milhões (US$ 51,09 milhões) pelo regulador de valores mobiliários de Hong Kong por cobrar a mais de 5.000 clientes por quase uma década, informou o órgão regulador nesta segunda-feira.

A Comissão de Valores Mobiliários e Futuros de Hong Kong (SFC) disse em comunicado que uma investigação descobriu que o UBS havia sobrecarregado os clientes com “aumentos de spread pós-negociação” e cobranças acima das divulgações e taxas padrão entre 2008 e 2017.

O SFC disse que a investigação expôs ‘sérias falhas sistêmicas de controle interno’ no banco. O UBS não divulgou conflitos de interesse e cobrou a mais de alguns clientes em transações “opacas”, afirmou.

A cobrança excessiva afetou 5.000 contas de clientes gerenciados em Hong Kong em cerca de 28.700 transações, afirmou.

O UBS também concordou em pagar aos clientes HK$ 200 milhões, disse o SFC.

O UBS disse que os problemas foram ‘auto-relatados’ ao SFC e os resultados encontrados foram contra a prática padrão do banco.

“A conduta relevante refere-se predominantemente a ordens limitadas de certos títulos de dívida e transações de notas estruturadas, que representam uma porcentagem muito pequena do sistema de processamento de ordens do banco”, afirmou o banco em comunicado. (US$ 1 = 7,8295 dólares de Hong Kong) (Reportagem de Scott Murdoch; Edição de Muralikumar Anantharaman)

Calvin Clayton

"Encrenqueiro incurável. Explorador. Estudante. Especialista profissional em álcool. Geek da Internet."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *