Com epicentro em Madri, argentinos se manifestaram a favor de Cristina em vários lugares da Europa

As manifestações na Europa tiveram epicentro na cidade de Madri / Foto: Imprensa.

O movimento Argentinos para la Victoria (ApV), que reúne vários grupos de cidadãos argentinos que vivem no exterior, realizou mobilizações em diferentes cidades europeias em apoio à vice-presidente Cristina Fernández de Kirchner, que está sendo julgada pela suposta direção de obras públicas em Santa Cruz, entre 2003 e 2015.

Em sintonia com as múltiplas reuniões e mobilizações que acontecerão neste sábado em diferentes partes da Argentina, as manifestações na Europa tiveram seu epicentro na cidade de Madri, onde uma mobilização sob o lema “O povo está com você #SeVieneElCristinazo” e foi lido um documento em apoio ao vice-presidente.

No texto lido por Beatriz Rossi, cidadã argentina residente na Espanha, afirmaram que “A judicialização da política argentina busca a morte legal e política dos líderes populares destruindo sua imagem pública e desqualificando-os como parte de uma prática que é definida como lawfare”.

“Hoje, a judicialização da política na Argentina nos encontra reunidos para combater sua institucionalização perversa e apoiar Cristina Fernández de Kirchner em sua defesa”.

Os manifestantes definiram o lawfare como “uma nova Operação Condor apoiada pelo Judiciário” que busca “deslegitimar funcionários progressistas do governo ao se esconder atrás de uma preocupação recorrente de nossa sociedade, como o combate à corrupção”.

No manifesto, o Movimento dos Argentinos pela Vitória indicou que os setores judiciais fazem “uma seleção arbitrária de casos de corrupção através do uso da mídia monopolista com a qual se realiza o ‘jornalismo de guerra'”.

“O Lawfare também foi usado para atacar Dilma Rousseff e Lula da Silva no Brasil e desacreditar Rafael Correa no Equador. Muitos dos países que compõem nossa Grande Pátria, por isso agradecemos aos nossos irmãos e irmãs da América Latina e aos camaradas da United We Can por nos apoiarem neste momento em que reivindicamos nossos valores democráticos. Dizemos alto e claro em um único grito: “Todos com Cristina”destacou o documento.

Manifestações em apoio ao vice-presidente também foram realizadas nas cidades de Valência, na Espanha, e em Genebra, na Suíça.e em outros lugares onde cidadãos argentinos se expressaram através de fotos com mensagens que foram publicadas na conta ARGprovincia25 da rede social Twitter.

Nessa conta você pode ver fotos enviadas por argentinos de Portugal, Brasil, Holanda, Austrália, França e Suíça.

“Assim como os colegas da Argentina que estão se mobilizando em nível nacional, a militância no exterior o fará em diferentes cidades para impedir essa subjugação da democracia em nosso país. Não queremos que continuem com essa injustiça que querem. faça com Cristina “, disse Jessica Barraza, secretária geral da Frente de Todos Madrid e ApV referente na capital espanhola, em diálogo com a Télam.

Da mesma forma, o dirigente da ApV Madrid assegurou que “como argentinos que não esquecem sua pátria” querem “transmitir ao mundo o que está acontecendo no país”.

“A nossa é uma militância que fazemos de coração. Queremos que o povo do nosso país viva melhor. O fato de emigrar não implica esquecer”, destacou.

Foto província TWARG25
Foto: TW@ARGprovincia25

Calvin Clayton

"Encrenqueiro incurável. Explorador. Estudante. Especialista profissional em álcool. Geek da Internet."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.