Bayer trará a León sua nova edição do concurso de monólogo científico ‘Cuestión de Ciencia’

Uma das edições deste concurso farmacêutico.

Destinada a estudantes do Ensino Secundário, Bacharelato e Formação Profissional de toda a Espanha, esta campanha visa aproximar a ciência dos jovens e incentivá-los a construir conjuntamente respostas para enfrentar estes desafios

A Bayer apresentou a quarta edição do concurso de monólogo científico ‘Question of Science 4.0, você se atreve a desafiar o futuro?’, com a colaboração do grupo de ciência popular Big Van Science, com o objetivo de aproximar a ciência dos jovens.

Especificamente, o objetivo é envolver os jovens na proposição de soluções para alguns dos principais desafios da conjuntura atual, apoiados pela ciência e orientados pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Especificamente, este ano os desafios se concentrarão em quatro eixos: a recuperação da Espanha menos populosa, a integração da diversidade e do progresso rural com uma perspectiva de gênero, ação climática e, finalmente, um quarto eixo, escolha de cada participante.

Destinada a estudantes do Ensino Secundário, Bacharelado e Formação Profissional de toda a Espanha, esta campanha visa aproximar a ciência dos jovens e incentivá-los a construir conjuntamente respostas para enfrentar estes desafios, destacando a importância de acelerar a ação social através da educação.

A ferramenta de trabalho utilizada para desenvolver estas soluções é o monólogo científico, através do qual os alunos poderão não só abordar a ciência de uma forma diferente e descontraída, como também envolver-se na abordagem dos desafios que irão comprometer a qualidade de vida das pessoas no futuro, relacionados com a melhoria da saúde, nutrição, meio ambiente e sustentabilidade em geral.

Percurso pela Espanha menos povoada

Consciente da importância do apoio ao desenvolvimento rural e do envolvimento na melhor estruturação do território e no enfrentamento dos desafios conjuntos, ‘Cuestión de Ciencia 4.0’ aposta mais uma vez em tornar visível o problema demográfico da chamada Espanha esvaziada como um dos elementos-chave da Sino. Para tal, e seguindo o modelo do ano anterior, irá percorrer alguns destes municípios, prolongando esta edição o desenvolvimento ao longo do mês de novembro.

Durante o percurso, os professores dos centros educativos serão formados, dando a conhecer a metodologia do concurso de monólogos científicos e encenando alguns deles para que os alunos possam apreciá-los e compreender a iniciativa.

A rota deste ano começará em Mieres, Astúrias, como a cidade do vencedor da última edição, e depois fará uma parada especial em Langreo, onde o centro de onde a Bayer produz o ácido acetilsalicílico da sua conhecida ‘Aspirina’ para todo o mundo e que este ano comemora 80 anos de atividade na região. O passeio continuará de norte a sul por cidades como León, Logroño, Cuenca e Almería, onde terminarão as sessões presenciais

Conforme explica a diretora de Comunicação, Corporate Public Affairs e Sustentabilidade da Bayer em Espanha e Portugal, Laura Diéguez, “iniciativas como a ‘Question of Science’ permitem aos jovens ter voz na construção conjunta de soluções para alguns dos principais desafios”. «O desenvolvimento do território rural, a escassez de recursos naturais, as alterações climáticas ou a necessidade crescente de tornar a saúde e a alimentação acessíveis a um maior número de pessoas são desafios que exigem o desenvolvimento contínuo da ciência e da inovação, mas também de uma sociedade envolvida na sua solução”.

Gala final com 10.000 euros em prémios

A partir da visita do ‘Questão de Ciência’, os jovens terão que trabalhar as suas propostas em forma de monólogos e apoiados por professores, peça fundamental no desenvolvimento desta dinâmica. Os 12 melhores trabalhos apresentados chegarão à final que acontecerá no primeiro trimestre de 2023 e na qual o júri especializado determinará os 3 vencedores.

O referido júri será composto por Eduardo Sáenz de Cabezón, divulgador matemático e apresentador da Órbita Laika; José Miguel Mulet, divulgador de ciência e bioquímico; Rosa Porcel, comunicadora científica e bióloga; Carmen Guerrero, coordenadora de projetos de cultura científica do CSIC; Margarida Mas, delegada territorial da ANIS na Catalunha; Irene Rodríguez, doutoranda em Neurociências e selecionada na iniciativa Youth Ag Summit 2019; Beatriz Morilla, Diretora Geral de Start by Educating na Espanha; Miguel Ángel Pérez, Membro Assessor da Secretaria Geral do Desafio Demográfico, e Alejandro Quecedo, escritor e ativista ecossocial.

Eles estarão encarregados de selecionar os projetos que receberão os 10.000 euros destinados a premiar os centros dos três monólogos finalistas com material tecnológico, educacional ou científico para reforçar suas instalações.

Miranda Pearson

"Organizador. Introvertido. Fanático certificado pela internet. Beeraholic. Fã de álcool irritantemente humilde."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *