Wolves, de Raúl Jiménez, denunciam atos de racismo dos adeptos em Portugal

o Andarilhos de Wolverhampton denunciou que um de seus jogadores sofreu comportamento racista dos torcedores contrário em um amistoso com o Farense em Portugale anunciou que irá reportar o caso à UEFA.

“Estamos muito desapontados em informar que um de nossos jogadores foi submetido a abuso discriminatório pelos adeptos rivais durante o jogo com o SC Farense”, publicou o clube inglês nas redes sociais após o jogo no estádio São Luís, que terminou empatado (1-1).

Da mesma maneira, ele pediu ao seu “rival e às autoridades competentes” que investigassem o caso.

“O racismo em qualquer uma de suas formas é completamente inaceitável e nunca deve ser deixado sem resposta”, acrescentaram os “lobos”.

Como resposta, El Farense assegurou que repudia “qualquer forma de racismo ou discriminação” e que a denúncia será investigadaembora tenha esclarecido que durante o jogo “nenhum ato dessa natureza foi notado”.

“Devido à declaração publicada pelo Wolverhampton, as alegações de quaisquer atos racistas durante a partida em questão serão minuciosamente investigadas”, disse a Administração da SAD SC Farense.

O resultado das investigações, “no caso em que se confirmem”, será comunicado às autoridades competentesgarantiu o clube português.

Você também pode estar interessado em:

Darcy Franklin

"Amante da TV. Ninja da música. Fanático por viagens amador. Fã de bacon. Evangelista de comida amigável. Organizador freelance. Fanático certificado pelo twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.