Portugal: casos confirmados de Monkeypox sobem para 37

Casos confirmados de infecção por varíola Portugal subiu hoje para 37, após os 14 detectados nas últimas horas. As autoridades de saúde portuguesas não descartam um aumento de casos porque aguardam resultados de outras amostras.

Entre as análises realizadas, a Direção-Geral da Saúde (DGS) do país comunicou a identificação de um estirpe de vírus da África Ocidental que é “menos agressivo”, observaram.

O número de casos confirmados em Portugal aumentou consideravelmente desde a última quarta-feira, quando a DGS comunicou os cinco primeiros. As autoridades de saúde recomendaram que a população se dirija aos centros de saúde quando aparecem úlceras, erupções cutâneas ou gânglios linfáticos, acompanhadas de febre, dores musculares e fadiga.

Eles também pediram às pessoas com sintomas que evitassem o contato físico direto, além de compartilhar roupas, toalhas, lençóis e itens pessoais.

Alerta na Europa

Vários países europeus relataram casos desse vírus, que foi detectado pela primeira vez na República Democrática do Congo em 1970 e se multiplicou na última década nos países da África Ocidental e Central.

Monkeypox, do gênero Orthopoxvirus, é uma doença rara transmissível pelo contato com animais ou pessoas infectadas ou com materiais contaminados. (EFE)

Calvin Clayton

"Encrenqueiro incurável. Explorador. Estudante. Especialista profissional em álcool. Geek da Internet."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *