Portugal avança para Espanha para evitar filas nos aeroportos

Portugal vai reforçar os recursos humanos e tecnológicos nos seus aeroportos para evitar filas face ao “crescimento exponencial” de passageiros previsto para este verão, com a chegada da época alta e o impacto da saída do Reino Unido da União Europeia União.

O plano de contingência foi apresentado esta quinta-feira pelo ministro da Administração Interna, José Luis Carneiro, que anunciou que haverá um reforço de 82% das forças policiais nos aeroportos.

entre os agentes do Polícia de Segurança Pública (PSP) e Serviço de Fronteiras Estrangeiras (SEF)haverá um total de 529 militares nos aeroportos portugueses, com os maiores reforços para o Porto, Faro e Lisboa.

Eles também vão começar soluções tecnológicas para acelerar a validação dos documentos de identidade dos passageiros.

Passageiros com acesso ao aeroporto de Lisboa. Foto: Aeroportos de Portugal.

O reforço começa em 2 de junho

O reforço terá início no dia 2 de junho e avançará gradativamente até totalmente implementado em julho.

Apesar dos reforços, o ministro alertou que “é impossível acabar com as filas” nos aeroportos

Ainda assim, o ministro alertou que “é impossível acabar com as filas” nos aeroportos e esclareceu que este plano estava em preparação desde a Páscoa e não veio na sequência da situação que ocorreu no passado domingo no aeroporto de Lisboa.

Nesse dia, os passageiros de voos internacionais provenientes de fora da Europa tiveram de filas de quatro a cinco horas no controle de passaportesporque os trabalhadores fronteiriços estavam a realizar uma sessão plenária.

Mais Informações:
– Turistas britânicos enfrentam longas filas para entrar na Espanha

Calvin Clayton

"Encrenqueiro incurável. Explorador. Estudante. Especialista profissional em álcool. Geek da Internet."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.