Lula da Silva tem problemas de saúde que o levam a intervenção médica

O presidente eleito do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, foi operado para retirar uma lesão na laringe detectada em exames recentes, informou o hospital de São Paulo onde foi atendido, e teve alta na segunda-feira.

Lula, de 77 anos, está internado desde domingo, ao voltar de viagem, “para fazer uma laringoplastia para retirada de uma lecoplasia (lesão branca) na corda vocal esquerda”, disse o hospital sírio libanês em um comunicado.

“Olá. Já em casa, depois de um pequeno procedimento ontem. Tudo resolvido e bem ”, escreveu o líder esquerdista em suas redes sociais junto com a nota do posto médico. A parte médica destacou “ausência de neoplasia”, descartando tumores decorrentes a um aumento anormal de células.O líder do Partido dos Trabalhadores (PT) foi diagnosticado com câncer de laringe em 2011, do qual se recuperou no ano seguinte.

A leucoplasia, uma placa branca que aparece nas membranas mucosas e às vezes se torna cancerosa, foi detectada em sua corda vocal esquerda antes de sua viagem ao Egito na semana passada para participar da cúpula climática das Nações Unidas.

“O procedimento evidenciou a ausência de neoplasia”, acrescentou o laudo médico, descartando a possibilidade de tumores por aumento anormal de células.

A lesão na laringe removida neste fim de semana havia sido detectada em exames médicos de rotina no sábado anterior, após um esforço de campanha presidencial de meses em que sua voz levantou preocupações. Durante a semana, Lula participou da COP27 no Egito, em sua primeira aparição internacional como presidente eleito do Brasil, e depois visitou Portugal.

Antes de partir, sua equipe informou que os resultados dos exames de Lula estavam “normais”, confirmando a “remissão completa” do tumor laríngeo detectado em 2011. Lula foi fumante por 50 anos e parou de fumar em 2010, após uma internação por hipertensão .

O presidente eleito do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, havia passado por vários exames de rotina no Hospital Sírio-Libanês, em São Pauloem que se verificou a remissão completa do tumor de garganta diagnosticado em 2011.

A assessoria de imprensa do centro médico confirmou esta informação, que assume que não há sinais de células cancerígenas no corpo de Lula da Silva, embora ele apresente alterações inflamatórias devido ao esforço vocal que a campanha implicou, segundo o G1 corrente coletou.

Os médicos também observaram uma pequena leucoplasia na laringe, que é uma mancha ou placa branca na mucosa das cordas vocais, que costuma ser benigna, conforme explica um dos especialistas. No entanto, não será necessário que o presidente eleito siga qualquer tratamento, bastando os exames de rotina, pelos quais recebeu alta.

Lula da Silva consolidou sua vitória no segundo turno das eleições presidenciais realizadas em 30 de outubro, onde obteve 50,9% dos votos, frente aos 49,1 que até agora o presidente brasileiro Jair Bolsonaro obteve. Lula iniciará seu governo em 1º de janeiro de 2023.

*Com informações da EP e AFP.

Joseph Salvage

"Fanático hardcore de mídia social. Propenso a ataques de apatia. Criador. Pensador. Guru dedicado da web. Aficionado por cultura pop. Solucionador de problemas."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *