Encontram nas Astúrias, pela primeira vez em Espanha, exemplares de caranguejo-mármore – Biodiversidade

Funcionários de um consultor ambiental encontraram durante alguns trabalhos de prospecção na bacia de Nalón-Narcea (Astúrias) três espécimes de caranguejo mármore, uma espécie da América que até agora não havia sido detectada em rios da Espanha.

Um dos espécimes localizados será sequenciado geneticamente para tentar determinar sua origem.

O objetivo, saber se os espécimes encontrados provêm de um aquário ou de populações de caranguejo-marmó já instaladas na Europa, para poder antecipar sua capacidade de sobrevivência na área, explicou à EFE o responsável pela investigação, o professor de Zoologia da Universidade de Oviedo, Andrés Arias.

O caranguejo mármore é uma das 272 espécies classificadas como potencialmente invasoras em águas continentais de Espanha e Portugal no âmbito do projeto Life Invasaqua.

“Sabemos que esta espécie americana é cultivada para aquários, mas nunca havia sido detectada no ambiente natural da Espanha. A sequência genética nos dará uma ideia de onde veio, seja de um aquário ou de uma população selvagem em Europa”, segundo Arias.

Se vier de populações europeias “será mais fácil adaptar-se ao ambiente natural espanhol”, alertou o especialista, que acrescentou que as autoridades asturianas vão rastrear os rios da zona para tentar saber se há mais exemplares em a região.

Darcy Franklin

"Amante da TV. Ninja da música. Fanático por viagens amador. Fã de bacon. Evangelista de comida amigável. Organizador freelance. Fanático certificado pelo twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *