Portugal vai fornecer a partir de quinta-feira uma terceira dose a maiores de 80 anos

MADRI, 11 de outubro (EUROPA PRESS) –

As autoridades portuguesas vão começar esta quinta-feira a fornecer uma terceira dose da vacina contra o coronavírus a maiores de 80 anos, anunciou segunda-feira a diretora-geral do Ministério da Saúde, Graça Freitas.

Em entrevista à RTP, a televisão pública portuguesa, Freitas confirmou que a vacina da Pfizer será a escolhida para esta terceira dose de reforço, aguardando que as autoridades também dêem o aval à Moderna.

“Temos vacinas suficientes. Esta terceira dose está atualmente aprovada para uma das marcas, a Pfizer, que é a que fez os ensaios clínicos”, disse Freitas, que explicou ainda que este novo reforço deixará de ser fornecido. em grandes pavilhões, mas sim em centros de saúde, hospitais e postos específicos de vacinação, cerca de 340, disse.

“As pessoas podem ficar tranquilas tanto em relação ao número de vacinas, como em relação aos locais onde serão vacinadas, seja um posto de saúde ou um posto de vacinação”, frisou.

Por fim, Freitas pediu aos trabalhadores dos centros e residências para idosos que ainda não foram vacinados que o fizessem dada a responsabilidade que têm para com os idosos e mais vulneráveis.

Caso optem por continuar sem serem vacinados, ele indicou que devem ser realocados, sempre que possível, dentro de seus empregos para que desempenhem outras funções e “não fiquem sob os cuidados diretos” dos moradores.

“O pedido que faço é, de facto, que sejam vacinados porque nas residências estão as pessoas mais frágeis, as mais vulneráveis ​​e as que mais sofrem de doenças”, recordou.

Na pendência do último balanço das autoridades de saúde, Portugal confirmou desde o início da pandemia 1.075 milhões de pessoas contraíram a doença, das quais 1.027 milhões conseguiram recuperar, enquanto pelo contrário, morreram pouco mais de 18.000.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.