O Festival de Cinema de Toronto sediará a estreia de “Vênus” de Jaume Balagueró

Toronto (Canadá), 4 de agosto (EFE).- “Vênus”, o mais recente longa-metragem do diretor espanhol Jaume Balagueró, terá sua estreia mundial no Festival Internacional de Cinema de Toronto (TIFF), que acontece este ano de 8 a 18 de setembro, e onde também será exibido “Pacificação” de Albert Serra.

Além disso, o programa canadense anunciou nesta quinta-feira a estreia mundial de “A Filha de Todas as Raivas”, de Laura Baumeister, o primeiro longa-metragem nicaraguense dirigido por uma mulher.

O filme de Balagueró, protagonizado por Ester Expósito, Ángela Cremonte e Magüi Mira, será exibido em Toronto num dos programas mais prestigiados do festival, Midnight Madness, dedicado ao cinema de terror.

Balagueró descreveu “Vênus” como um filme “extremamente horroroso, violento e sujo”.

Embora seja inspirado no conto americano HP Lovecraft “Sonhos da casa da bruxa”, o diretor catalão coloca a ação de seu filme em um prédio nos arredores de Madri.

Por seu lado, “Pacifiction”, uma produção entre França, Espanha, Alemanha e Portugal dirigida por Albert Serra, que estreou este ano no Festival de Cannes, será exibida pela primeira vez na América do Norte no programa Wavelengths em Toronto.

O filme, rodado no Taiti, em francês e com o ator Benoît Magimel, foi definido como uma mistura de filme de suspense e viagem interior que se opõe à ideia de paraíso e corrupção.

O festival canadense também contou com a estreia de Laura Baumeister no programa Discovery da TIFF na quinta-feira.

“A filha de todas as raivas” é a história de uma menina de 11 anos que sobrevive com a mãe no maior depósito de lixo da Nicarágua.

O filme de Baumeister é um dos 13 indicados ao Prêmio Kutxabank na seção Novos Diretores do 70º Festival de Cinema de San Sebastian, que acontece este ano entre 16 e 24 de setembro.

Além desses longas, a mostra canadense exibirá este ano no programa Wavelengths os curtas “The Newest Olds”, do argentino Pablo Mazzolo, e o mexicano “Puerta a Puerta”, de Jessica Sarah Rinland e Luis Arnías.

Darcy Franklin

"Amante da TV. Ninja da música. Fanático por viagens amador. Fã de bacon. Evangelista de comida amigável. Organizador freelance. Fanático certificado pelo twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.