A Feira de Palma e a Associação dos Profissionais de Dança organizam uma conferência de negócios sobre este

A 39ª edição da Palma Performing Arts Fair inclui um programa completo de atividades profissionais, incluindo apresentação de projetos, assinatura de acordos de colaboração e rodadas de negócios, como a organizada pela feira e pela Associação Andaluza de Profissionais de Dança (PAD) e que focado na dança.

Conforme relatado pela Feira de Teatro de Palma del Río (Córdoba) em nota, no espaço do Centro de Congressos Antonio Machado, convertido nestes dias em um novo espaço de promoção para empresas andaluzas e seus profissionais, o encontro organizado com a referida associação, que tem reuniu cerca de trinta profissionais entre distribuidores, empresas e responsáveis ​​pela programação dos espaços cênicos.

Esta conferência empresarial, especificamente dedicada à dança, reuniu os responsáveis ​​pelo Teatro Municipal de Écija, Teatro Rosalía de Castro (A Coruña), Festival Internacional de Teatro do Alentejo (Portugal), Câmara Provincial de Málaga, Câmara Provincial de Granada, DFeria (Donostia Kultura ), Câmara Municipal de El Ejido, Sala La Fundición de Sevilla, Câmara Municipal de Lebrija, Câmara Municipal de Montoro, Câmara Municipal de Lepe, Câmara Municipal de Loja, Câmara Municipal de Montijo, Câmara Municipal de Albolote, Câmara Municipal de Nerja, Provincial Câmara Municipal de Sevilha e Câmara Municipal de Múrcia.

Da mesma forma, entre as empresas profissionais que participaram estão Alberto Cortés, Cía Lucía Vázquez, Entre Bambalinas-Cristina Gandarias, Date Danza, Imperdible Performing Arts, El Mandaíto produções (Cía, Wwweickert), Elena Carrascal (Marcos Vargas & Clhoé Brülé), a+ Soluções Culturais (companhia La Víspera), Dança Duas Propostas e La Turba.

Destinada principalmente a empresas e profissionais das artes performativas da Andaluzia, esta iniciativa procura incentivar representantes de empresas, distribuidores, responsáveis ​​pela programação de espaços e festivais, bem como outros agentes inscritos na Feria de Palma, a reforçar o diálogo e os encontros, aumentar as possibilidades de comercialização dos projetos e espetáculos.

Por outro lado, o autor e realizador Alfonso Zurro apresentou a Academia Andaluza de Artes Cênicas no âmbito da Feira de Palma, um projeto que nasceu como ponto de encontro para a reflexão, divulgação e promoção das artes performativas da Andaluzia e que de seus profissionais.

A Academia, explicou Alfonso Zurro, pretende “servir como um canal de troca de informações e experiências entre os seus associados”, bem como “propor e promover a criação de espaços de reflexão e crítica sobre os discursos sobre as artes performativas contemporâneas no âmbito da comunidade autónoma andaluza.

Durante o evento, Zurro comentou sobre as condições necessárias para a adesão de profissionais andaluzes e detalhou que existe um conselho de gestão que está a liderar a criação desta associação, aberta a todos os profissionais dos diferentes setores das artes performativas da Andaluzia.

Calvin Clayton

"Encrenqueiro incurável. Explorador. Estudante. Especialista profissional em álcool. Geek da Internet."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *