Vetou o decreto que ia proibir o acesso de menores aos touros em Portugal – Tourada

No ano passado de 2021, ao longo do mês de outubro, o governo português aprovou um decreto-lei que visava aumentar a idade mínima para assistir às touradas, aumentando esse limite de 12 para 16 anos. No entanto, o Decreto nunca foi promulgado nem a legislação alterada, ficando tudo a cargo do Executivo.

Mais recentemente, após as Eleições Gerais que inauguraram uma nova legislatura e favoreceram o aumento da representação das forças que defendem a liberdade de ir às bulas, com maioria do Partido Socialista, o ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva, reconheceu em declarações ao jornal Público que esta questão “não é prioridade do governo” e já havia afirmado que “não conte com ele para censurar as touradas.”

Pois bem, o único representante que o partido animalista PAN manteve após as últimas eleições realizadas no país português quis levar esta questão ao plenário da câmara legislativa, questionando o primeiro-ministro Antonio Costa para o ponto onde esta questão está. O PAN insistiu que a limitação do livre acesso às touradas fazia parte do acordo que tinham alcançado com o Partido Socialista para votar a favor da proposta de orçamento geral do Executivo.

Pois bem, o Primeiro-Ministro António Costa respondeu na Assembleia da República, ao PAN, afirmando que o Executivo cumpriu a sua palavra, uma vez que veio redigir o Decreto-Lei e enviou-o à Presidência da República, que, porém, não o promulgou e o devolveu ao governo, motivo pelo qual o processo legislativo foi extinto e não será aplicada a proibição de acesso às bulas. O motivo do veto teria sido a inconstitucionalidade da norma.

A Federação Portuguesa de Tauromaquia, protoiro, sempre defendeu que, como o PAN agora reconhece abertamente, aquele Decreto-lei nada mais era do que o resultado de um acordo político sem fundamento real. Por isso, o setor se manifestou veementemente contra essa proibição ilegal.

É assim que as coisas são,A classificação do acesso aos espetáculos tauromáquicos mantém-se inalteradapara que os menores de doze anos possam assistir às touradas na companhia de um adulto e os jovens com mais de doze anos possam fazê-lo sozinhos, de acordo com o disposto na legislação em vigor.

Darcy Franklin

"Amante da TV. Ninja da música. Fanático por viagens amador. Fã de bacon. Evangelista de comida amigável. Organizador freelance. Fanático certificado pelo twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *