UNESCO busca avançar na proteção dos mares com primeiro relatório

Com o objetivo de acompanhar e fazer avançar o progresso do estado dos oceanos, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) publicou nesta sexta-feira um relatório sobre a situação geral dos mares do mundo.

“O Relatório ajudará a monitorar efetivamente o progresso da Década dos Oceanos da ONU e, com o tempo, pode se tornar uma publicação global há muito esperada que ajudará bastante a mobilizar a sociedade global a agir em direção ao ‘oceano de que precisamos para o futuro que queremos'”, disse Vladimir Ryabinin, secretário-executivo da Comissão Oceanográfica Intergovernamental da UNESCO (COI-UNESCO), informou uma nota da Xinhua.

Esta primeira edição de uma série de relatórios que a UNESCO pretende publicar foi apresentada durante a Conferência sobre os Oceanos 2022 da Organização das Nações Unidas (ONU), realizado em Lisboa, Portugal, de 27 de junho a 1 de julho.

Comissão Oceanográfica

A Comissão Oceanográfica Intergovernamental da UNESCO é o principal órgão das Nações Unidas para a coordenação internacional das ciências marinhas, com o objetivo de melhorar a gestão dos oceanos, costas e recursos marinhos do mundo.

A comissão permite que 150 países membros colaborem coordenando programas de capacitação, observação e serviços oceânicos, ciência marinha e alertas de tsunami e questões econômicas e sociais.

Com a elaboração do relatório, onde são analisados ​​os dados mais atualizados sobre o estado dos oceanos, da poluição à biodiversidade, pretende-se ajudar os especialistas da área a tomarem decisões a favor da proteção dos mares. e seu planejamento sustentável.

Contribuições de mais de 100 especialistas renomados em todas as principais áreas da ciência marinha são publicadas nesta primeira edição; Espera-se que para as próximas edições participem outras organizações da Organização das Nações Unidas.

A partir de agora, a UNESCO planeja divulgar o relatório Estado dos Oceanos todos os anos no Dia Mundial dos Oceanos da ONU, que cai em 8 de junho.

Calvin Clayton

"Encrenqueiro incurável. Explorador. Estudante. Especialista profissional em álcool. Geek da Internet."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *