Transferências, outra alavanca para mover SD Huesca

Talvez seja o caminho com mais obstáculos porque a situação geral do futebol espanhol não é muito dinâmica, mas as transferências representam outra das alavancas para movimentar o SD Huesca neste verão. Todos os jogadores são transferíveis e também têm a porta aberta para rescindir seus contratos e se mudar para outros destinos. Qualquer oferta seria bem-vinda e ouvida pela direção esportiva chefiada por Ángel Martín González, com operações na câmara que precisam diminuir a massa salarial para serem realizadas. Apesar da época passada, há nomes com muita posteridade no plantel.

São os casos de dois futebolistas com contrato válido, Florian Miguel (2023) e Andrei Ratiu (2024). Com turnê na liga francesa o primeiro e internacional com a Romênia o segundo. O francês estava na agenda do Maccabi Haifa, conforme publicado dias atrás pela imprensa israelense, mas o clube acabou optando por seu compatriota Pierre Cornud, que na última temporada jogou pelo Real Oviedo sob o comando de Cuco Ziganda.

Antes de chegar a Huesca, Andrei Ratiu já havia despertado interesse na França ou em Portugal. Naquela época ele era um time de jovens do Villarreal e esse cartaz continua a adorná-lo, ainda mais depois de ter se estabelecido na equipe principal de seu país e disputar os Jogos Olímpicos do ano passado. Florian e Ratiu serão dois dos jogadores que vão iniciar a pré-temporada sob o comando de Cuco Ziganda e, paralelamente, o clube quer avançar com as saídas previstas de Andrés Fernández, Ferreiro, Juan Carlos e Pedro Mosquera.

O destino mais provável de Álvaro Fernández ainda é o Espanyol, que anunciou a saída do goleiro Oier Olazábal e ele deve assinar rapidamente se não quiser começar a pré-temporada com essa posição descoberta. E a contratação de Pablo Insua com o Sporting também deve ser acelerada nos próximos dias.

Calahorra e Nástic, novos rivais da pré-temporada

A lista de amistosos de pré-temporada continua crescendo e mais dois foram adicionados aos já planejados. Huesca enfrentará duas equipes da Primeira RFEF: Calahorra, quarta-feira, 27 de julho, às 19h30, no campo La Planilla, na localidade de Rioja; e o Nástic de Tarragona, na quarta-feira, 3 de agosto, às 20h, no Nou Estadi Costa Daurada, na cidade catalã. Além disso, o jogo marcado com o Castellón em Teruel, que será disputado na terça-feira, 19 de julho, às 20h, foi antecipado em um dia. As outras duas datas permanecem, contra o Osasuna na cidade navarra de Mendigorría no sábado, 23 de julho (19h30) e contra o Eibar em Tafalla (Navarra) no sábado, 30 de julho, às 11h30.

Calvin Clayton

"Encrenqueiro incurável. Explorador. Estudante. Especialista profissional em álcool. Geek da Internet."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *