Rueda pede ao Governo que faça o mesmo esforço de Portugal pela alta velocidade – Economia

O presidente da Xunta, Alfonso Rueda, pediu esta sexta-feira ao governo central que demonstre “o mesmo esforço” de Portugal para ligar a Galiza com comboios de alta velocidade, que ligarão Lisboa a Vigo através do Porto.

“Já estamos um pouco fartos de estudos e compromissos. Há quatro anos que ouvimos pronunciamentos sobre a importância das infra-estruturas da Galiza por parte do governo central, mas apenas com estudos, encomendas a consultores e publicações em jornais oficiais os trabalhos não avancem”, afirmou Rueda em declarações à comunicação social durante a sua visita à Feira Internacional de Turismo (Fitur).

O presidente galego assegurou que em Espanha está a acontecer “o contrário” do que em Portugal e lembrou que o Orçamento Geral do Estado prevê “apenas” 30 mil euros para a ligação entre Vigo e a fronteira portuguesa.

Tem frisado que “não faria sentido” que as obras do AVE português pelo Porto comecem a avançar e, quando chegarem à fronteira espanhola, não possam ser ligadas porque a ligação não está pronta em Espanha.

Rueda agradeceu o anúncio ao Governo português, que avaliou muito bem, pois, segundo disse, será um “benefício muito grande” para o desenvolvimento da Galiza e para o turismo.

Por outro lado, no stand da Xunta, aproveitou para destacar que espera que 2023 seja o ano da chegada do AVE a todas as cidades da Galiza onde se prevê que o faça.

Darcy Franklin

"Amante da TV. Ninja da música. Fanático por viagens amador. Fã de bacon. Evangelista de comida amigável. Organizador freelance. Fanático certificado pelo twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *