Rudi García, DT Al Nassr, comparou Cristiano com Pelé

A chegada de Cristiano Ronaldo ao clube saudita al nassr É algo “grande” para a equipa e para o país, avalia o seu novo treinador, rudy garcia. “Parece um pouco com a chegada de Pelé” para Nova York em 1975, quando aos 34 anos passou a disputar o campeonato norte-americano.

Visitando o acampamento do Rally Dakar, que acontece na Arábia Saudita até 15 de janeiro, Rudi Garcia indicou à imprensa francesa que o avançado português, de 37 anos, esteve “fisicamente bem” e que “se integrou no grupo” desde os primeiros momentos.

  • Pergunta: O que significa para você receber uma estrela como Cristiano Ronaldo em seu time?

Responder: “É ótimo. Ótimo para nós, para o Al Nassr. Também para a Arábia Saudita. Cristiano Ronaldo é mais que um jogador. Ele é um dos melhores jogadores do mundo, cinco vezes Bola de Ouro. Acho que para o desenvolvimento da Arábia Saudita e do Oriente Médio é muito, muito importante. Por outro lado, se o Dakar está aqui hoje é porque em termos de desenvolvimento desportivo e cultural é um país que fez muito. Se eu puder fazer uma comparação sobre o caso do Cristiano, acho que se parece um pouco com a chegada do Pelé à MLS (campeonato norte-americano, que viria a se tornar a Major League Soccer) da época, principalmente pelo desenvolvimento do futebol, do esporte e da cultura na Arábia Saudita. É uma loucura como ele direcionou os holofotes para o nosso clube. Agora todos sabem onde fica nosso clube ao redor do mundo. Acho que devemos ter passado de 800.000 para 10 milhões (seguidores) em poucas horas, em poucos dias, graças à chegada de cristão“.

Leia também: Tão ansioso por nada? A razão pela qual CR7 ainda não pode jogar com Al-Nassr

  • P: Em que humor ele está?

UMA: “Ele está fisicamente bem, não duvidamos disso. Como sempre penso, os maiores campeões são os mais fáceis de gerenciar. Ele se fundiu com o grupo. Nós o vimos brincar e rir com seus novos companheiros de equipe. Ele esteve conosco por o último jogo, mesmo não podendo jogar. Ele estava no vestiário. Ele estava feliz com o nosso gol. Ele está em profundidade com o time. Ele quer que a gente ganhe, ele é um vencedor. Ele vai conduzir todo o time nesse aspecto”.

  • P: Quando você vai jogar? Será com o Paris Saint-Germain no dia 19 de janeiro?

UMA: “Não será na próxima partida contra o Al Shabab (dia 14 de janeiro), que é uma grande partida, pois continuará suspensa. Será contra o Al Ettifaq, em nossa casa, dia 22 de janeiro. contra o PSG no dia 19 de janeiro) não estará com a camisa do al nassrserá uma mistura entre Al Hilal e al nassr. Eu, como técnico do Al Nassr, não posso ficar feliz com essa partida. Para o desenvolvimento, ver o PSG, ver os grandes jogadores do time parisiense, é de fato uma coisa boa. Mas temos uma partida da liga três dias depois. Embora não seja muito grave, o principal é que mostra o quanto a Arábia Saudita está voltada para o esporte e o futebol. A única coisa que desejo ao Cristiano Ronaldo é que recupere o prazer de jogar e o sorriso porque nos últimos meses, entre o Manchester (United), a seleção (Portugal) e mais tarde a nível privado, não teve momentos fáceis. Se ele recuperar o prazer de jogar, já teremos um objetivo alcançado.”

Pode lhe interessar: Forte revelação! A Copa que Lionel Messi levantou em Doha é falsa

Cedric Schmidt

"Amante de café irritantemente humilde. Especialista em comida. Encrenqueiro apaixonado. Especialista em álcool do mal."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *