Principais notícias internacionais de janeiro de 2022

Madri, 5 de dezembro (EFE).-

2.- Milhares de manifestantes protestam no Cazaquistão contra o aumento dos preços do gás liquefeito de petróleo, principal combustível utilizado no país.

3.- A Justiça dos Estados Unidos revela um acordo confidencial que descarta qualquer ação legal de Virginia Giuffre contra o magnata Jeffrey Epstein e seus amigos no suposto tráfico sexual de menores.

4.- Um júri dos Estados Unidos considera a empresária Elizabeth Holmes culpada de quatro acusações de fraude milionária, que afirmava ter desenvolvido um sistema revolucionário de análise de sangue.

6.- A Rússia e seus aliados da Organização do Tratado de Segurança Coletiva (OTSC) iniciam o envio de suas tropas ao Cazaquistão para reprimir os distúrbios com dezenas de mortes que abalam o país.

.- O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, faz um duro discurso contra Donald Trump no primeiro aniversário do assalto ao Capitólio pelas mentiras sobre as eleições de 2020.

7.- A Escola de Medicina da Universidade de Maryland (EUA) conclui com sucesso o transplante de um coração de porco geneticamente modificado a um homem de 57 anos.

9.- O opositor venezuelano Sergio Garrido vence as eleições regionais para o partido governista no Estado de Barinas, cidade natal de Hugo Chávez, o que foi repetido por ordem da Corte Suprema.

12.- A OTAN e a Rússia retomam o diálogo para enfrentar a tensão gerada pelo reforço militar russo junto à Ucrânia.

.- O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, pede desculpas ao Parlamento britânico por participar de uma festa nos jardins de Downing Street em pleno confinamento.

13.- A Rainha Isabel II retira todos os seus títulos militares ao Príncipe Andrew, que pode ser julgado nos EUA por alegado envolvimento num escândalo de abuso sexual de menor.

.- A infecção por mononucleose, conhecida como doença do beijo, pode ser o gatilho para a esclerose múltipla, segundo um estudo da revista Science, embora especialistas acreditem que seja uma combinação de fatores genéticos e ambientais.

15.- Um navio da empresa espanhola Repsol provoca um derrame de quase 12.000 barris de petróleo no mar ao largo da costa central do Peru.

16.- O tenista sérvio Novak Djokovic, cujo visto para disputar o Open foi negado pelo governo australiano no dia 5 de janeiro, é deportado após decisão judicial.

18.- A Microsoft adquire por 68,7 bilhões de dólares uma das maiores empresas de videogames do mundo, a Activision Blizzard, responsável por títulos tão populares quanto “Candy Crush”.

19.- O Presidente da França, Emmanuel Macron, propõe ao Parlamento Europeu a inclusão do direito ao aborto na Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia.

20.- O relatório sobre supostos abusos sexuais na arquidiocese alemã de Munique atribui ao então arcebispo e atual papa emérito Bento XVI não ter atuado em pelo menos quatro casos conhecidos ocorridos sob sua hierarquia.

22.- A primeira remessa de 90 toneladas de armas letais dos EUA chega a Kyiv em meio à falta de progresso nas negociações entre Washington e Moscou.

25.- O FMI mantém sua previsão de crescimento econômico global em 6% para 2021 e 4,9% para 2022.

28.- Sergio Mattarella é reeleito Presidente da República Italiana, após falta de acordo político para escolher um substituto.

30.- O socialista António Costa obtém a histórica maioria absoluta nas eleições legislativas de Portugal. EFE

ipa-doc/chg

Miranda Pearson

"Organizador. Introvertido. Fanático certificado pela internet. Beeraholic. Fã de álcool irritantemente humilde."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *