Portugal vai estudar a implementação da semana de trabalho de quatro dias


Portugal vai estudar a implementação da semana de trabalho de quatro dias

Lisboa, 25 de maio 8EFE).- Portugal vai estudar o impacto da semana de trabalho de quatro dias após a aprovação de uma proposta parlamentar de esquerda durante o debate do Orçamento do Estado para 2022.

A iniciativa do Livre aprovada pela Assembleia da República obriga o governo do socialista António Costa a promover “um amplo debate nacional e consulta social sobre os novos modelos de organização do trabalho, incluindo a semana de trabalho de quatro dias, como forma de promover uma maior conciliação entre trabalho e vida pessoal e familiar.

Da mesma forma, contempla a realização de um estudo e “um programa piloto” sobre novos modelos de organização do trabalho, desde a semana de quatro dias até fórmulas híbridas de trabalho presencial e remoto.

AUMENTO DE 10 EUROS PARA PENSÕES

O debate orçamental permitiu ainda aprovar um aumento extraordinário de 10 euros mensais para pensões até 1.108 euros.

Essa medida terá efeito retroativo a partir de janeiro e beneficiará 1,9 milhão de aposentados.

O Parlamento português rejeitou a atualização dos salários dos funcionários públicos para 4% e a proposta de três dias de licença menstrual.

O Orçamento, que será aprovado na íntegra na sexta-feira, baseia-se nas contas apresentadas por Costa no ano passado, cuja rejeição levou à eleição antecipada que deu maioria absoluta aos socialistas em janeiro, mas incorpora medidas para mais 1.800 milhões de euros .

Entre outras medidas, inclui reduções de impostos sobre combustíveis, congelamento do imposto sobre o carbono, apoio ao transporte de passageiros e mercadorias, ajuda a empresas e subsídios às famílias mais vulneráveis.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.