Portugal sofreu, mas venceu a Turquia e vai jogar a final do playoff do Mundial no Catar

Resumo de Portugal 3-1 Turquia

Portugal bater Peru 3 a 1 e classificou-se para a final do playoff da chave C. Na equipe de Cristiano Ronaldo sofreu, mas conseguiu o que precisava e vai definir a passagem para Copa do Mundo do Catar contra a Macedônia, que deu o golpe e eliminou a Itália.

O time local começou muito melhor que o adversário. Mais preciso nos passes e com vocação claramente ofensiva, desde o primeiro minuto deixou claro qual era o seu plano. Portanto, ele gerou um punhado de quatro situações nos primeiros 15 minutos e conseguiu abrir o placar.

O gol veio após uma grande jogada coletiva que foi quebrada quando Cristiano Ronaldo ele escapou pelas costas de um dos centrais turcos. O craque se abriu muito na área, então ele lançou de volta para um de seus companheiros de equipe. Era Bernard Silva que ele então aproveitou a oportunidade para chutar de meia distância, mas seu chute bateu no poste. No rebote, quem não perdoou foi Otávioque perfeitamente definido para carimbar o 1 a 0.

Após o golo, Portugal diminuiu a intensidade e começou a cometer erros que quase lhes custaram caro. A Turquia impôs uma pressão alta que surtiu efeito e conseguiu gerar situações claras de decolagens que não terminaram dentro do gol apenas pela falta de precisão dos definidores e pelas boas coberturas de Diogo Costa.

Antes do encerramento do primeiro semestre, o resultado combinado Fernando Santos comemoraram 2 a 0. Foi uma excelente jogada coletiva que permitiu aos locais encurralar o adversário contra a sua baliza e encontrar espaços onde por vezes parece que não existem. A subida da lateral direita de surpresa gerou confusão na defesa visitante e isso permitiu Otávio receber a bola na porta da área e lançar um centro milimétrico para Diogo Jotaque com um soco no chão derrotou o goleiro e comemorou diante de seu povo.

Otávio marcou 1 a 0 (Reuters)

No complemento, os erros defensivos de Peru, espremido pela situação, multiplicou-se e Portugal gerou nada menos que cinco oportunidades claras de golo nos primeiros 10 minutos, mas depois voltou a relaxar. Por sua vez, a Turquia parecia derrotada às vezes, jogando longe do gol oposto e sofrendo atrás.

Mas o futebol não entende a lógica e quando o local parecia dominar tudo, veio o gol do visitante. Foi uma grande ação de toques e desmarcações que levou ao grande homem Yilmaz estar de mãos dadas atrás de uma parede na porta da área. O centroavante não falhou e definiu com o pé esquerdo para diminuir a diferença.

A grande polêmica veio quando faltavam 10 minutos e Enes Unal ele caiu na área alegando um chute de Joseph Fonte. o VAR interveio na ação e após uma revisão o árbitro marcou um pênalti para a Turquia. Yilmaz assumiu a execução, mas seu chute passou por cima do travessão para alívio do público português.

Sobre a hora, Matheus marcou 3 a 1 e condenou a partida a favor da equipe de Fernando Santos que na terça-feira será medido contra Macedônia do Norte que deu a grande surpresa ao bater pelo mínimo para Itáliacampeão do Campeonato Europeu.

FORMAÇÕES

Portugal: Diogo Costa; Dalot, Danilo, Fonte, Guerreiro; Bruno Fernandes, João Moutinho, Bernardo Silva; Cristiano Ronaldo, Otávio e Diogo Jota. SD. Fernando Santos

Peru: cáqui; Kabab, Demiral, Soyuncu, Kutlu; Celik, Kokcu, Calhanoglu, Akturkoglu; Yilmaz e Under. SD. Stefan Kutz

Estádio: Estádio do Dragão

Juiz: Daniel Siebert (ALE)

CONTINUE LENDO

O que é o Cartão Hay’ya e como obtê-lo: o documento necessário para acessar os estádios da Copa do Mundo do Catar
Estão definidos mais 14 ingressos para a Copa do Mundo de 2022: os países que vão brigar pela classificação e os 15 que já estão no Catar
Fifa iniciou a segunda venda de ingressos para a Copa do Mundo de 2022: como comprá-los e até quando podem ser adquiridos

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.