Portugal não falha e Cristiano vai disputar o seu quinto Mundial (2-0)

Cristiano Ronaldo estará na quinta Copa do Mundo de sua carreira. Portugal, ao contrário da Itália, não foi surpreendido pela Macedónia do Norte e selou a qualificação para o Qatar 2022 graças a dois golos de Bruno Fernandes na final do play-off disputado no Do Dragão, no Porto (2-0).

A largada de Portugal não foi boa, já que a Macedônia do Norte, após a façanha de eliminar a Itália, saiu com ousadia, bem colocada e complicando as pistas de ultrapassagem.

Cristiano perde uma grande oportunidade

Nesta primeira fase, a seleção de Fernando Santos só conseguiu gerar perigo numa recuperação na zona média aos 14 minutos que permitiu a Otávio colocar uma bola perfeita na brecha que deixou Cristiano Ronaldo sozinho, mas o craque cruzou excessivamente antes do início Roubou Dimitrievski, gol do Rayo.

Diogo Jota também acariciou a baliza com um cabeceamento cortado após um canto que saltou muito e passou por cima do travessão (24′), mas o 1-0 veio de um grave erro na cobrança de Stefan Ristovski.

Erro grave de Ristovski no 1-0

O lateral-direito do Dínamo Zagreb sorteou a bola do seu flanco com um passe sem sentido para o centro que quebrou a sua equipa, enquanto Bruno Fernandes o interceptou ao tocar em Cristiano, que voltou dando-lhe uma grande assistência com um barril incluído e seu companheiro de equipe no Manchester United cruzamento definido contra Dimitrievski (32′).

Dois ‘red devils’ avançaram para Portugal, que com vantagem no placar largou e protagonizou nos seus melhores minutos movimentando-se muito bem no ataque. Após o intervalo jogou com a cabeça, esperando a oportunidade de sentenciar e isso veio novamente em um roubo de bola de um excelente Pepe para Enis Bardhi na defesa, dando origem a um contra-ataque manual que culminou com Bruno Fernandes vindo de trás para finalizar primeiro um cruzamento perfeito de Diogo Jota (65′).

Fim do sonho macedônio

A qualificação de Portugal para o seu oitavo Mundial, sexto consecutivo, acabou por ser plácida, já que a Macedónia do Norte não apresentou problemas e viu desaparecer o seu sonho de participar na primeira fase final.

Portugal: Diogo Costa; João Cancelo, Danilo, Pepe, Nuno Mendes; Moutinho (Vitinha, m.92), Bernardo Silva (João Félix, m.87), Bruno Fernandes (Matheus Nunes, m.89); Otávio (William Carvalho, m.77), Diogo Jota (Rafael Leão, m.77) e Cristiano Ronaldo. Macedônia do Norte: Dimitrievski; Stefan Ristovski, Musliu, Velkovski, Alioski; Elmas (Nikolov, m.88), Bardhi, Ademi, Trajkovski (Churlinov, m.59); Ristovski (Miovski, m.45) e Kostadinov (Aškovski, m.76).
Gols: 1-0, m.32: Bruno Fernandes. 2-0, m.65: Bruno Fernandes.
Árbitro: Anthony Taylor (Inglaterra). Ele reservou João Cancelo (m.68) para Portugal e Musliu (m.68) e Alioski (m.74) para a Macedônia do Norte.
Incidentes: Jogo disputado no Estádio do Dragão no Porto perante 48.010 espectadores (pleno).

ver arquivo do jogo

Cedric Schmidt

"Amante de café irritantemente humilde. Especialista em comida. Encrenqueiro apaixonado. Especialista em álcool do mal."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.