Portugal deixará de ser as Ilhas Cayman das criptomoedas | Tecnologia

O governo português anunciou que vai lançar um plano para legislar o setor de criptomoedas nele, que hoje tem total liberdade. Nós lhe contamos em detalhes.

Embora não haja data ou lei formal, o governo de Portugal anunciou que vai legalizar o setor de criptomoedas no paísque hoje não oferece nenhuma limitação em relação a eles.

E é que Portugal neste momento tem taxa zero sobre criptomoedas, tornando este país um paraíso fiscal digitalcomo as Ilhas Cayman eram em sua época para os amantes de notas.

E é que desde o criptomoedas tornou-se uma forma de dinheiro em ascensão, Portugal encheu-se de pessoas de grande fortuna que se instalaram no país português devido à nula restrição e/ou controlo sobre eles..

É por isso que o governo português quer resolver isso o mais rápido possível, embora eles não são muito claros como fazê-lo. E é que uma legislação sobre criptomoedas exigirá um estudo bastante extenso para incorrer em problemas e não exagerar com eles.

O Ministro das Finanças, Fernando Medina, comentou que é claro A primeira coisa que o governo português fará é acabar com a tributação zero para investidores em criptomoedas.por sua vez, anunciando que não quer fixar um prazo, o que seria um compromisso.

Eles estão estudando uma regulamentação que seja justa, eficaz e competitiva para os interesses do paísmas não quer perder terreno com a chegada de investidores e empresários que podem lá gerar negócios depois de irem para outro país.

É, por exemplo, o caso da família holandesa Taihattu, que se mudou, pelo menos fiscalmente, para Portugal em 2017. depois de decidir investir todo o seu capital em Bitcoins. E por sua vez também de muitos ucranianos que decidiram ir para Portugal depois da guerra com a Rússia, já que neste país são muito propensos a investir em ativos digitais.

Isso também é ajudado pelos regulamentos portugueses aprovados em 2012, em que isenta os estrangeiros de pagarem rendimentos fora do seu paísque transformou este belo país ibérico em uma área perfeita para estrangeiros, cuja população aumentou 40% nos últimos 10 anos.

O governo trabalhará incansavelmente para regular esse tipo de ativo digital, até então não reconhecido em seu sistema legislativo, a fim de acabar com, ou pelo menos controlar, esse vazio jurídico existente em seu sistema.

Calvin Clayton

"Encrenqueiro incurável. Explorador. Estudante. Especialista profissional em álcool. Geek da Internet."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *