Os jovens membros da expedição do programa Volta ao Mundo chegam a Madrid

Madrid, 21 jul (EFE).- Os 39 expedicionários ibero-americanos do programa Volta ao Mundo chegaram esta quinta-feira a Madrid para iniciar esta rota, que os levará por grande parte de Espanha e Portugal em homenagem a Juan Sebastián Elcano e Fernão de Magalhães no 500º aniversário da primeira circunavegação do mundo.

Os jovens, de 17 e 18 anos, reuniram-se hoje nas instalações da Universidade Autónoma de Madrid, que patrocina o projeto, financiado pela Agência Espanhola de Cooperação Internacional.

O passeio, que começa nesta sexta-feira, terá duração de 23 dias, com atividades ambientais, culturais, sociais e esportivas.

A primeira volta ao mundo da história (1519-1522) foi uma viagem iniciada pelo português Magalhães, em busca de uma nova rota para a Spice Shop, e culminou pelo marinheiro espanhol Juan Sebastian Elcano, ambos ao serviço de Carlos I da Espanha. .

“Isso vai ser maravilhoso”, disse o participante espanhol Juanfran, que, rindo, se proclamou “embaixador” de sua cidade, Canena (na província de Jaén, sul) e convidou seus companheiros para conhecê-lo assim que terminarem o percurso .

Para este jovem, um dos pontos fortes da aventura é conhecer pessoas de outros países.

“Essas pessoas parecem muito boas em serem boas pessoas, esta viagem não será esquecida na minha vida”, sublinhou.

Por sua vez, a salvadorenha Azul, que mora na Argentina, soube da ligação por meio de um amigo e imediatamente se interessou pela viagem.

“Quando eles confirmaram o lugar para mim foi muito emocionante, às vezes eu pensei que eles iam me dar e depois não deram, e quando chegou foi muita emoção”, disse ele sobre o processo de seleção , com base no currículo acadêmico dos candidatos e em um trabalho sobre questões ambientais ou sociais.

A Azul espera que esta viagem lhe proporcione “conhecer muita cultura e gente” e “fazer amigos”.

UM GRUPO “COM MUITA EMPATIA”

Segundo o diretor do projeto, Jesús Luna, o grupo tem “muita empatia” com os problemas sociais e ambientais, eixos principais do programa.

Na recepção dos participantes, Luna encontrou os jovens “muito animados” pelo início da experiência, “cheios de expectativas e ansiosos para participar e se comunicar”.

“Temos uma impressão muito boa do grupo, com interesses acima de tudo pelo meio ambiente; Vai ser uma grande aventura, parece que eles têm muita empatia, estão dispostos a ajudar, estou muito empolgado em poder compartilhar essa jornada com eles, que vai ser transformadora e bem sucedida, e eles vão ser a parte fundamental”, comentou.

O programa conta com o apoio do Senado espanhol, da Secretaria Geral Ibero-americana, da União de Capitais Ibero-americanas e da colaboração das empresas Iberdrola, Renfe, LG e Pilot.

Os dois primeiros dias decorrerão em Madrid, onde serão recebidos no Senado, na sede da Agência Espanhola de Cooperação Internacional e na Câmara Municipal da capital, e poderão visitar vários museus e jardins botânicos. No domingo, eles viajarão para a cidade espanhola de Valladolid (noroeste). EFE

Darcy Franklin

"Amante da TV. Ninja da música. Fanático por viagens amador. Fã de bacon. Evangelista de comida amigável. Organizador freelance. Fanático certificado pelo twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.