O Museu Goya da Fundação Ibercaja recebe mais de 55.000 visitantes em 2022 e incorpora novas obras

O Museu Goya da Fundação Ibercaja recebeu mais de 55.000 visitantes em 2022, que viram as mais de 500 obras distribuídas pelas diferentes salas da galeria de arte. Este espaço também alberga 24 peças originais dos artistas de Fuendetodos, bem como a sua série das suas gravuras de 1775 a 1828, e este ano foi incorporado um bom número de pinturas.

O objetivo deste espaço é aproximar a obra de Francisco de Goya e a arte de todos os aragoneses e visitantes, bem como cumprir um serviço cultural essencial que enriquece a sociedade. E contribui para a promoção de Saragoça e Aragão, como território que viu nascer e crescer o aragonês mais universal, destacou a Fundação Ibercaja.

Em 2022, o Museu incorporou novas obras que incluem um retrato inédito do artista aragonês do Jovem Duque de Alba e XI Marquês de Villafranca; Odalisca e Penitente, de Francisco Pradilla; o retrato da Marquesa de Luján, de Pedro Kuntz e Valentini; Festa à Fantasia Emilio Sala; Sol y luna, de Mariano Alonso Pérez y Villagrosa, e El Paso de Roncesvalles, de Mariano Barbasán.

Picasso, El Greco e Antonio Lopez

Além da coleção permanente, este último ano, o Museu Goya recebeu exposições de destaque em torno de figuras relevantes do mundo da arte, como Pablo Picasso, El Greco, Antonio López e outros grandes mestres do realismo espanhol, uma exposição que está presente no Museu e pode ser visitada até 18 de setembro.

Por outro lado, a exposição ‘Realidade infinita’, organizada pela Fundación Ibercaja, reúne cerca de 50 peças de pintura, escultura e desenho, de autores como Antonio López, com duas obras inéditas da sua produção; Maria Moreno; Cristóvão Toral; Carmem Laffon; Júlio Lopes; Esperança Parada; Francisco Lopes; Isabel Quintanilha; José Hernández; e Amália Avia.

A exposição tem a particularidade de ser composta por peças que raramente são expostas ao grande público, por pertencerem a colecções particulares e familiares e serem propriedade dos próprios artistas. Esses incluem duas obras inéditas de Antonio López, a série ‘Pink Roses’pintado em 2021 e que chegou ao Museu Goya, diretamente de sua oficina em Madri.

Como complemento a esta exposição, na quinta-feira, 8 de setembro, às 19h00, no Museu Goya, decorrerá a mesa redonda ‘Realistic Looks’, uma aproximação aos artistas que a compõem na perspetiva dos seus filhos e moderado pela curadora Maria Toral.

Crescimento de visitas e visão internacional

O número de visitantes que o Museu Goya recebeu ao longo deste 2022 aumentou notavelmente em relação ao ano passado, com mais de 55.000 visitantes até o mês de julho. Além disso, um dos dados positivos é o aumento de turistas internacionais que vêm ao espaço da Fundação Ibercaja.

Juntamente com o bom número de visitas que vêm de fora da Espanha, o Museu Goya abre a todo o continente com a sua participação no projeto europeu ‘Realidade Virtual para Competências Juvenis’. Esta é uma iniciativa liderada pela Fundação Ibercaja e em que também participam o Museu Volpedo (Itália), L’ubovnianske Múzeum (Eslováquia), a Ordem do Mérito das Índias Orientais (Portugal) e o Imascono, como parceiro tecnológico. Como parte dele, a digitalização da Sala Goya e da Sala de Gravura será realizada por dois anos.

Eloise Schuman

"Fã de café. Especialista em viagens freelance. Pensador orgulhoso. Criador profissional. Organizador certificado."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.