O Centro de Visitantes do Roque apaixona-se nos primeiros seis meses de funcionamento

O Centro de Visitantes Roque de Los Muchachos completou seis meses na quinta-feira, 16 de junho. Neste período, recebeu um total de 14.839 pessoas, a maioria residentes das Canárias. Esses números refletem que cada vez mais visitantes estão chegando ao ponto mais alto da ilha para ver uma infraestrutura que valoriza o céu de palmeiras e o trabalho científico do Observatório Roque de Los Muchachos.

“Os indicadores ratificam que nossa aposta foi um sucesso”, afirma o presidente do Cabildo de La Palma, Mariano Zapata.

“Em apenas meio ano, o Centro de Visitantes recebeu quase 15 mil turistas. Turistas que costumavam subir ao Roque de Los Muchachos, uma de nossas principais atrações turísticas, e não podiam nem comprar uma garrafa de água ou receber informações sobre astrofísicos ou sobre a importância do céu de La Palma. Por isso, é tempo de valorizar os esforços deste Grupo de Governo para finalmente avançar com uma infraestrutura historicamente reivindicada, e fazê-lo, inclusive, durante a emergência vulcânica”, acrescenta Zapata.

Maio, um mês recorde

O relatório da actividade do Centro de Visitantes Roque de Los Muchachos reflecte um aumento progressivo do número de visitas, que tem vindo a aumentar quase mês após mês.

O Centro foi inaugurado no dia 19 de dezembro, recebendo 653 pessoas em menos de duas semanas. Em janeiro, um total de 1.463 visitantes compareceram. Em fevereiro, 1.299. Em março eram 2.127. Em abril, aumentaram para 3.454. Em maio, marcou seu recorde histórico, com 4.265 visitas em um único mês. Enquanto isso, na primeira quinzena de junho, 1.578 pessoas passaram pelo local.

O documento de atividades do Centro também detalha a origem dos visitantes. A grande maioria, 6.385, são das Ilhas Canárias. Seguem-se os turistas peninsulares, que somam um total de 4.170 neste primeiro semestre de atividade. O terceiro lugar é ocupado por visitantes alemães, com 696. No entanto, é também de salientar que o Centro já recebeu pessoas do Reino Unido, Holanda, Itália, França, Bélgica, Suíça, Áustria, Portugal, Rússia e Polónia.

Uma referência tecnológica

Tendo em conta o número de visitantes recebidos bem como a sua procedência, o ministro do Turismo do Cabildo de La Palma, Raúl Camacho, valoriza o trabalho que a empresa pública Sodepal tem feito para recolher e monitorizar a atividade do centro.

“A coleta de todas essas informações nos permite tomar melhores decisões na gestão do Centro de Visitantes e no planejamento do turismo em La Palma”, diz Camacho.

É importante ressaltar que esse processo de coleta de dados se deve, em parte, aos equipamentos tecnológicos da edificação. O Centro de Visitantes, que avançou com um investimento de 6 milhões de euros do Fundo de Desenvolvimento das Canárias (Fdcan), não se destaca apenas pela sua estética, perfeitamente integrada com a paisagem do local. Também se destaca por sua infraestrutura tecnológica.

Um dos atrativos do Centro de Visitantes é que os visitantes podem se colocar no lugar dos astrofísicos, fazendo experimentos, olhando as estrelas como um verdadeiro profissional ou descobrindo os segredos do espaço em uma das salas do local.

Recorde-se que o edifício dispõe de três lugares para exposições. A primeira delas, chamada Ilhas Canárias, uma janela para o universo, explica as condições únicas oferecidas pelo Arquipélago, e especialmente La Palma e Roque de los Muchachos, para observação astronômica.

A segunda, denominada Explorando o Universo, mostra, de forma sintética, o estado atual do conhecimento que temos sobre o Universo.

E o terceiro, chamado De Volta à Terra, destaca o cenário natural em que se encontra o Observatório, a 2.400 metros de altitude e com condições imbatíveis para a observação do céu.

“Se uma coisa está clara, é que o Centro de Visitantes Roque de Los Muchachos é uma infraestrutura de referência nas Ilhas Canárias, na Península e no exterior. Uma aposta corajosa do Grupo de Governo deste Cabildo para continuar promovendo o turismo e transformá-lo em uma alavanca necessária para a recuperação de La Palma”, afirma o presidente do Cabildo.

Calvin Clayton

"Encrenqueiro incurável. Explorador. Estudante. Especialista profissional em álcool. Geek da Internet."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.