“Não há outra alternativa senão a incorporação da Ucrânia à União Europeia”

Internacional

guerra na ucrânia

AGÊNCIAS | RASCUNHO


O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, visitou a Ucrânia, onde garantiu que a adesão da Ucrânia à União Europeia é um processo que deve ser recebido “de braços abertos”.

Euskaraz irakurri: Zelenski: “Ucrânia Europar Batasunean sartzea baino beste alternatibarik ez dago”

o Presidente da Ucrânia Volodymyr Zelenskydeclarou este sábado que qualquer outra opção em relação à incorporação da Ucrânia à União Europeia significaria uma concessão à Rússia, em resposta ao projeto de “comunidade política europeia” proposto pelo seu homólogo francês, Emmanuel Macron.

Não precisamos de alternativas à candidatura da Ucrânia à União Europeia (UE), não precisamos de tais compromissos”, declarou Zelensky de Kiev, durante a visita ao país do primeiro-ministro de Portugal, António Costa.

“Porque, acreditem, não serão compromissos com a Ucrânia na Europa, mas entre a Europa e a Rússia. Estou absolutamente certo disso. resultado da influência e pressão política e diplomática dos russos sobre uma decisão europeia de apoiar ou não a Ucrânia”, deu a conhecer durante a sua aparição, recolhida pela UNIAN.

Costa, por sua vez, afirmou que a adesão da Ucrânia à União Europeia é um processo que deve ser recebido “de braços abertos” e assegurou que Lisboa dará apoio “técnico” a Kiev para o efeito.

O primeiro-ministro salientou que, para desenvolver este programa de colaboração, os responsáveis ​​ucranianos vão deslocar-se a Lisboa em junho, segundo a agência noticiosa portuguesa LUSA.

“Aguardamos com expectativa o relatório da Comissão Europeia sobre o pedido de adesão da Ucrânia à União Europeia. Por parte de Portugal, daremos toda a colaboração técnica apoiar este processo de adesão, bem como transmitir a nossa experiência na UE”, sublinhou.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.