Museu Judaico do Porto, Portugal constrói ‘sala anti-semita’

Ligação Judaica.- O Museu Judaico do Porto, no Porto, Portugal, está a construir uma sala, denominada “Sala Antissemita”, destinada a divulgar o antissemitismo moderno, abrigando estátuas de antissemitas modernos e exibindo as suas publicações, Publicados Posto de Jerusalém.

A sala busca divulgar o anti-semitismo moderno. Como o museu observou em um comunicado, o anti-semitismo ele pode ser encontrado em todo o espectro político, não apenas de um lado ou de outro:

“O anti-semitismo contemporânea pode ser encontrada em grupos radicais e marginais que defendem o extremismo de direita, esquerda ou islamista, pode se esconder atrás da anti-sionismomas também pode ser facilmente encontrado no centro da sociedade”, disse.

A “Sala Antissemita” do Museu Judaico do Porto (crédito da foto: CIP/JOÃO BIZARRO)

O museu também compartilhou opiniões sobre a decisão do governo português de conceder cidadania ao bilionário russo-israelense. Roman Abramovich em meio a legislação recente que facilita a obtenção de passaportes portugueses para descendentes de judeus sefarditas.

O museu disse que a comunidade judaica do Porto apoia amplamente uma investigação da decisão, esperando que ela dissipe teorias de conspiração antissemitas. O rabino-chefe da cidade, Daniel Litvak, disse: “Em vez de malas de dinheiro e truques da Maçonaria judaica, você encontrará um procedimento de nacionalidade que atende aos requisitos legais e dois pagamentos de 250 euros: a taxa de inscrição e a taxa. cobrado pela comunidade certificadora. O velho mito do engano e dos negócios será exposto.”

Reprodução autorizada com a seguinte menção: ©EnlaceJudío

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.