Marrocos e amor materno, seu segredo para triunfar no Catar 2022. E isso nunca havia ocorrido a ninguém

Marrocos e seu segredo: Sofiane Boufal comemorando com a mãe no estádio Al Thumama, após vencer Portugal no último sábado. (Alexander Hassenstein/Getty Images)

Marrocos é o sentimento de Copa do Mundo Catar 2022. Eles se tornaram o primeiro time africano a chegar às semifinais de uma Copa do Mundo. E conseguiram em grande estilo: expulsaram Espanha e Portugal, dois dos principais candidatos. Eles também eram líderes de um grupo que compartilhavam com seleções poderosas como Croácia e Bélgica. Ninguém poderia imaginar este cenário, mas estão entre os quatro melhores do mundo e ninguém pode negar-lhes o direito de continuar sonhando.

Walid Regragui, técnico do Los Leones del Atlas, assumiu em agosto passado. Ele teve que trabalhar contra o relógio. Seu antecessor, Vahid Halilhodzic, teve problemas com a Federação sobre o trabalho de preparação que seria feito para a Copa do Mundo. Regragui alisou as arestas do plantel: trouxe Hakim ZiyechAtacante do Chelsea, que vinha tendo problemas com o diretor técnico anterior.

Achraf Hakimi comemorando com a mãe após a partida entre Marrocos e Bélgica pela primeira rodada do Qatar 2022. (Simon Stacpoole/Offside/Offside via Getty Images)

Achraf Hakimi comemorando com a mãe após a partida entre Marrocos e Bélgica pela primeira fase do Qatar 2022. (Simon Stacpoole/Offside/Offside via Getty Images)

E, acima de tudo, tomou uma decisão que trouxe resultados inesperados: que as mães dos jogadores, e também dele, os acompanharam na concentração da Copa. Com a federação cobrindo todas as despesas, as mães do campus estão hospedadas em West Bay, o distrito financeiro de Doha, conforme relatado. PA. E o resultado tem sido imbatível.

As imagens dos jogadores marroquinos com suas mães em vários momentos do torneio comoveram os telespectadores. Achraf Hakimi festejou ao seu lado após a vitória (2-0) na primeira fase frente à Bélgica. “Minha mãe limpava casas. Meu pai era vendedor ambulante. Praticar futebol era um sonho para mim e um sacrifício para eles. Meus irmãos sacrificaram coisas. Nós éramos muito pobres. Agora eu luto por eles.” afirmou o jogador do PSG depois dessa partida.

Sofiane Boufal carrega a mãe até o centro do campo para comemorar a passagem para as semifinais após vencer Portugal no Catar 2022. (Dale MacMillan/Sócrates/Getty Images)

Sofiane Boufal carrega a mãe até o centro do campo para comemorar a passagem para as semifinais após vencer Portugal no Catar 2022. (Dale MacMillan/Sócrates/Getty Images)

E no último jogo, contra Portugal nas quartas de final, uma cena roubou o coração das redes sociais: Sofiane Boufal dançou no campo do Estádio Al Thumama com a mãe. “Minha mãe é a coisa mais importante. As emoções que o futebol gera te deixam louco. Ter o apoio da família é o mais importante”, disse o meio-campista francês do Angers após a histórica partida contra a Espanha pelas oitavas de final. muito tempo e dinheiro no futebol falando de preparação física, tática, alimentação, motivação. E ninguém havia pensado nisso antes: convidar as mães dos jogadores para acompanhar seus filhos durante o torneio.

Marrocos e a opção de surpreender, novamente, contra a França

Marrocos terá a oportunidade histórica de acessar a final do Qatar 2022. Enfrentará a atual campeã, a França. Aconteça o que acontecer, está tudo a postos para que a epopeia continue a alimentar este torneio tão peculiar: Marrocos na final ou França pela opção de repetir o campeonato e fazer o que não se conseguia desde o Chile 1962, quando o Brasil conseguiu repetir o título da Suécia 1958.

Walid Regragui, técnico do Marrocos, sendo comemorado após a partida entre sua seleção e Portugal no Catar 2022. (REUTERS/Carl Recine

Walid Regragui, técnico do Marrocos, sendo comemorado após a partida entre sua seleção e Portugal no Catar 2022. (REUTERS/Carl Recine

Regragui, o primeiro marroquino a liderar esta equipa desde 1994, é claro quanto ao papel dos seus rapazes. “Acho que somos o Rocky Balboa desta Copa do Mundo. Acho que o mundo inteiro está com o Marrocos. Estamos mostrando ao mundo que grandes coisas podem ser alcançadas, mesmo que você não tenha tanto talento, qualidade ou dinheiro. Mas se você trabalhar duro e mostrar esse desejo, essa paixão e convicção, poderá ter sucesso. Não é um milagre.”

Essa será a grande lição para o Marrocos quando esta Copa do Mundo terminar. Não basta imaginar as coisas, é preciso fazê-las. E elas, tendo como combustível o amor materno, vão mostrando que nenhum rival é invencível quando tem a convicção de fazer história. Eles foram azarões nas duas partidas anteriores e acabaram passando em ambas. Eles dizem que são muito defensivos, mas em nenhum lugar está escrita a fórmula exata e inequívoca para acessar a glória.. O Qatar 2022 terminará em breve, em quase um suspiro, mas o que o Marrocos fez ficará para sempre na história do futebol.

VOCÊ TAMBÉM PODE ESTAR INTERESSADO EM | EM VÍDEO

A impressionante revolução das chuteiras: dos spikes aos chips de alta tecnologia

Miranda Pearson

"Organizador. Introvertido. Fanático certificado pela internet. Beeraholic. Fã de álcool irritantemente humilde."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *