Google alertou com precisão sobre um terremoto de 5,9 graus que afetou o país nesta quinta-feira

O serviço que o Google envia para celulares com sistema Android calculou a intensidade do terremoto minutos antes do Ministério do Meio Ambiente.

Segundos antes do terremoto de magnitude 5,9 atingir o país na manhã desta quinta-feira, os telefones com o sistema operacional Android receberam um alerta preciso sobre o terremoto.

O serviço prestado pelo Google alertou sobre o terremoto e chegou a classificá-lo como um terremoto devido à intensidade, e até calculou a intensidade muito antes de o Ministério do Meio Ambiente do país fornecer os dados finais, que coincidiram com os da plataforma. .

Pode lhe interessar: Forte terremoto é registrado em El Salvador

De fato, a precisão foi tanta que os dados preliminares do MARN calcularam o movimento em uma intensidade de 6,2, porém, minutos depois publicaram os dados finais que coincidiam com os do Google.

Da mesma forma, a notificação do Google Crisis Response, como é chamada a ferramenta, mostra que o movimento foi sensível em países como Belize, Costa Rica, Guatemala, Honduras, Nicarágua e México.

Relativamente ao alerta, os utilizadores das redes sociais voltaram a destacar a utilidade da ferramenta para notificar sobre este tipo de fenómenos.

O terremoto ocorreu às 8h32 da manhã. Foto de arquivo/ EDH

“Estou impressionado com o que Google acabei de fazer. Ele me enviou um alerta de terremoto 1 minuto antes de acontecer. Isso é útil”, escreveu o usuário @Second_Runner no Twitter.

Esse tipo de sistema de alerta já funciona em países como México e Estados Unidos, território em que há alertas constantes, principalmente na costa oeste que inclui os estados da Califórnia, Oregon e Washington.

O site oficial do Google Crisis Response, a unidade sob a qual essa funcionalidade opera, descreve o aviso como um “sistema de alerta de terremoto do Android é um serviço gratuito que detecta terremotos em todo o mundo e pode alertar os usuários do Android antes que o tremor comece”.

Também: Cojutepeque realiza neste fim de semana a tradicional Festa do Chorizo

Nesse sentido, a tecnologia do Google usa até funções do próprio aparelho para detectar uma ameaça de tremor. “Todos os telefones celulares contêm acelerômetros muito pequenos que podem detectar vibrações e velocidade, sinais que indicam que um terremoto pode estar ocorrendo”, diz o site oficial do Google.

Nesse sentido, quando há muitos telefones que registram esses movimentos, eles enviam o sinal para os servidores do Google, que interpretam a situação e enviam alertas, função que, segundo os salvadorenhos, será muito útil em um território onde ocorrem terremotos. Com alguma frequência.

Eloise Schuman

"Fã de café. Especialista em viagens freelance. Pensador orgulhoso. Criador profissional. Organizador certificado."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *