Golo de Bruno Fernandes pelo 2-0 em Portugal x República Checa pela Liga das Nações

O meio-campista do Manchester United finalizou um jogo de equipe excepcional. (Vídeo: ESPN)

A seleção de Portugal levou a melhor na visita à sua homóloga da República Checa em duelo válido pelo dia 5 do grupo 2 do Uefa Liga das Nações 2022. Desde o início da disputa, percebeu-se que os forasteiros tinham uma hierarquia maior e melhores argumentos para chegar à frente no placar. De fato, a primeira conquista veio por meio de Dalot. No entanto, como se isso não bastasse, Bruno Fernandes fez o segundo gol após finalizar com excelente definição uma jogada que contou com a participação de quase toda a equipe, inclusive o goleiro ‘Português’Diego Costa.

A ação aconteceu aos 47 minutos do primeiro tempo. Como mencionado anteriormente, tudo começou aos pés de Costaque de seu arco brincou com ruben neves. O meio-campista do Wolverhampton abriu de direita com Diogo Dalot e este fê-lo rapidamente com Fernandes, que deixou a bola passar para que Bernardo Silva comandar o ataque. O meio-campista do Manchester City encarou o meio e descarregou com Guilherme Carvalho, que jogou curto com Cristiano Ronaldo. O craque português devolveu para Carvalho, que teve que abrir pela esquerda, na área do Mário Rui. A lateral esquerda do Napoli cobrou um cruzamento rasteiro e venenoso que encontrou o meio-campista do Manchester United para fazer 2 a 0 e bater o gol defendido por Tomás Vaclik.

Toda uma obra de arte que os portugueses criaram, que aproveitam estes jogos não só para chegar à próxima fase da Liga das Nações, como também para afinar a operação a pensar no que vai ser o Mundial do Qatar que vai ser disputado no final de novembro deste ano.

Bruno Fernandes festeja o seu golo com Mário Rui e Cristiano Ronaldo. REUTERS

Com este resultado favorável e a vitória da Suíça sobre a Espanha, Portugal ocupa o primeiro lugar do Grupo 2 da Liga das Nações com 10 pontos. Ele acumularia três jogos vencidos, um empate e um perdido. Por isso, acessaria automaticamente a fase final dos playoffs, que acontecerá em junho de 2023.

O médio português tem sido uma das peças-chave do treinador Erik ten Hag no ‘Demônios vermelhos’. Já o era desde que chegou ao clube inglês na campanha 2019/2020 proveniente do Sporting de Lisboa em Portugal. Seu impacto foi notável, já que em apenas seis meses marcou 12 gols e deu 9 assistências em 22 partidas. No entanto, liderou uma equipa abatida e sem rumo fixo, que apenas ambicionava a qualificação para a Liga Europa.

Mas com a chegada do estrategista holandês, ele foi um dos titulares e formou um tridente fixo no meio-campo ao lado de Scott McTominay e Christian Eriksen. Juntos, eles são os geradores de jogo do Manchester United, que melhorou consideravelmente nessa faceta e atualmente está entre os cinco primeiros da Premier League.

Bruno Fernandes (à direita) em jogo do Manchester United contra o Arsenal pela Premier League.
Bruno Fernandes (à direita) em jogo do Manchester United contra o Arsenal pela Premier League.

É importante mencionar que o equipa portuguesa É um dos campeões desta competição que tem apenas quatro anos. De facto, conquistaram o título na época 2018/2019 ao vencerem a Holanda por 1-0 na final graças a um golo de Gonçalo Guedes.

O outro que recebeu o maior troféu é o seleção francesa. ‘Les bleus’ eles venceram a tão esperada final contra a Espanha. Karim Benzema e Kylian Mbappé converteram para os da Torre Eiffel, enquanto Mikel Oyarzabal descontou para os hispânicos.

CONTINUE LENDO

Darcy Franklin

"Amante da TV. Ninja da música. Fanático por viagens amador. Fã de bacon. Evangelista de comida amigável. Organizador freelance. Fanático certificado pelo twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *