Extremadura New Energies junta-se ao Grupo Europeu SOI que promove o hidrogénio verde no Sudoeste Ibérico

A empresa Extremadura New Energies (ENE) aderiu ao Grupo de Interesse Económico Europeu SOI H2 -ALEX. É um entidade público-privada focada no desenvolvimento inter-regional socioeconómico, industrial, energético, ambiental e tecnológico do território ALEX (Alentejo e Extremadura) e em todo o Sudoeste Ibérico através do hidrogénio verde.

Este Grupo é promovido em Espanha pela associação empresarial multissectorial Loabre, pelo Cluster de Mobilidade Eléctrica Extremadura CAR-EX e em Portugal pela Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo, e conta com a participação de mais de vinte entidades e empresas.

SOI H2-ALEX “funciona para que Extremadura e Alentejo são atores ativos no desenvolvimento da rede que se desenvolverá em torno do hidrogénioacompanhando a transição energética, assente na implantação de energias renováveis, fundamentalmente solar, biomassa e hidroeléctrica, e cujos recursos nesta área são únicos”, assegura a empresa num comunicado de imprensa, no qual acrescenta que “vão promover investimentos e acções relacionadas à mobilidade, ao desenvolvimento industrial e tecnológico e à sustentabilidade ambiental”.

O CEO da Extremadura New Energies, Ramón Jiménez, destacou a importância da incorporação da empresa a esta iniciativa. Nesse sentido, destacou que o hidrogênio desempenha um papel fundamental no desenvolvimento da planta de processamento de lítio que a ENE projeta em Cáceres.

Jiménez lembrou que o novo projeto que a empresa desenhou propõe o uso de hidrogênio verde em vez de gás natural. Isso se soma ao uso de energia 100% renovável e à incorporação de veículos elétricos. “Isso nos permitirá propor um projeto com pegada de carbono praticamente zero, o que torna esta planta única na Europa e atende aos mais altos padrões de sustentabilidade”, acrescenta o CEO da empresa.

O co-director da SOI H2-ALEX, Tomás Sánchez, celebrou a incorporação de uma nova empresa a uma iniciativa, explicou, que “visa unir, promover, dinamizar, apoiar, colaborar… com todos os Projectos relacionados com o ecossistema do hidrogénio, em qualquer uma das suas vertentes, no Sudoeste Ibérico e em particular no Alentejo e na Extremadura”.

comentários0WhatsappFacebookFacebookTwitterTwitterLinkedInlinkedin

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.