Espanha e Portugal concordam em fortalecer cooperação para lidar com situações de seca em bacias hidrográficas compartilhadas – Notícias da Espanha

Espanha e Portugal acordaram reforçar as medidas a adotar para prevenir e fazer face à escassez de água nas bacias hidrográficas partilhadas por ambos os países no âmbito do Acordo de Albufeira e após um ano marcado pela seca que afetou os dois países.

Esta é uma das decisões tomadas na XXIV sessão plenária da Comissão para a Aplicação e Desenvolvimento do Acordo de Albufeira (CADC), realizada em que contou com a presença do diretor geral de Agua del , e a presidente da Comissão Interministerial de Limites e Bacias Hidrográficas Luso-Espanholas do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Lénia Real.

Neste encontro, e dando cumprimento ao compromisso assumido na Cimeira Luso-Espanhola realizada a 4 de novembro em Viana do Castelo, são estabelecidas as condições de funcionamento do Secretariado Técnico Permanente do CADC para facilitar a cooperação contínua entre os dois países. , especialmente em relação à gestão de massas de água e planejamento hidrológico de bacias compartilhadas, que serão apresentados aos Governos de ambos os países para sua consideração.

Além disso, o mandato do sobre Água e Energia criado na referida Cúpula e foi apresentado o cronograma de ações dos Grupos de Trabalho da Convenção para 2023.

Especificamente, foi acordado que, no âmbito da análise das situações de seca e escassez, o Grupo de Trabalho Competente será responsável por avançar no trabalho de harmonização dos sistemas de indicadores de seca e escassez de ambos os Estados.

Além disso, foram delineadas as tarefas operacionais a serem realizadas para a execução do Protocolo de troca de informações sobre dados hidrometeorológicos para o gerenciamento de situações extremas, que foi acordado na última reunião do CADC realizada em fevereiro deste ano, e Foi firmado acordo para intensificar os mecanismos de monitoramento de regimes de vazões e fenômenos extremos.

No âmbito das avaliações conjuntas das bacias partilhadas, foi também acordado reforçar e dar continuidade aos trabalhos já iniciados para responder aos desafios identificados, nomeadamente nas bacias do Tejo e do Guadiana.

Esta reunião contou ainda com a presença, entre outros, do presidente da (APA), os dirigentes da área dos recursos hídricos e das administrações das regiões hidrográficas do referido organismo, os representantes da EDIA, bem como os das confederações hidrográficas e do CEDEX.

Raven Carlson

"Viciado em bacon apaixonado. Ninja orgulhoso da cultura pop. Analista irritantemente humilde. Entusiasta de TV. Fã de viagens ao longo da vida."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *