Duas derrotas em seis anos

Em às 13:03

TEC


A substituição do avançado português abre uma questão: como tem estado a sua equipa sem ele?

É difícil imaginar um Portugal sem Cristiano Ronaldo. Desde 2003-2004, o português é presença regular nas equipas ibéricas, tendo participado sem exceção nos Europeus de 2004, 2008, 2012, 2016 e 2020, e nos Mundiais de 2006, 2010, 2014, 2018 e 2022.

No entanto, o jogo contra a Suíça cria um precedente muito perigoso para ele. Ele foi um substituto sem nenhum desconforto físico servindo de justificativa.

CR7 foi suplente porque Fernando Santos Achei melhor sair com Gonçalo Ramos de proprietário. Ainda por cima, o jogador do Benfica deu razão ao apontar o primeiro “hat-trick” nos oitavos-de-final de Mundiais em 32 anos.

CRISTÃO, DE FOGO EM FOGO

Enquanto Cristiano tenta procurar culpados para sua substituição, a verdade é que o único culpado é o seu desempenho. Um gol de pênalti é sua contribuição para o grupo, além dos problemas, primeiro com o Manchester United e companheiros como Bruno Fernandes, e mais tarde com a seleção portuguesa quando substituído contra a Coreia do Sul no minuto 65.

A poucas horas do jogo das quartas de final contra o Marrocos, Cristiano pode voltar ao apontar para o bancoo que abre a questão: como Portugal se saiu sem Cristiano nos últimos anos?

DUAS DERROTAS

a estrela portuguesa ele perdeu 20 jogos com Portugal nos últimos seis anos. Desses 20 jogos, Portugal perdeu apenas dois.

A primeira, contra a Suíça nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. Cristiano sofreu uma lesão no tornozelo e ficou de fora de uma partida que fez seu time começar mal as eliminatórias para a Rússia. O atacante não perdeu mais uma partida daquele grupo e Portugal venceu tudo, garantindo a passagem para a Copa do Mundo.

A segunda derrota teve de esperar até ao passado mês de Junho, no contexto da Liga das Nações. Na quarta jornada, novamente frente à Suíça, Cristiano falhou o jogo devido ao cansaço e a sua equipa caiu por 1-0. Uma derrota que acabou por ser decisiva, quando a Espanha os venceu a caminho da fase final do torneio.

O saldo sem Cristiano nestes últimos seis anos é, portanto, de treze vitórias, cinco empates e as duas derrotas já mencionadas. O que vai rolar neste sábado? Para já, Portugal tem a história a seu favor. Eles nunca perderam nas quartas de final de uma Copa do Mundo.

Cedric Schmidt

"Amante de café irritantemente humilde. Especialista em comida. Encrenqueiro apaixonado. Especialista em álcool do mal."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *