Detido em Portugal o pai das crianças desaparecidas em Tenerife por raptar os seus filhos | Sociedade

O pai que tinha desaparecido com os dois filhos alemães e era procurado na ilha de Tenerife nas últimas semanas foi detido na madrugada desta terça-feira nas Caldas da Rainha, município português que fica a pouco menos de 100 quilómetros de Lisboa. , conforme confirmado por fontes policiais. Os menores, de 11 e 10 anos, foram localizados e passam bem.

O homem, de origem albanesa, viajou da Alemanha – país em que morava – para Tenerife com seus dois filhos em dezembro de 2020. Sua companheira apresentou uma queixa civil em janeiro passado, embora em nenhum momento, apontam fontes do caso, um foi registrado mandado de busca por sequestro de criança.

Perante esta denúncia, em maio o Tribunal de Instrução nº 2 de Santa Cruz de Tenerife chamou o homem para comparecer com os menores, facto que ocorreu em junho e foi quando foi proferida uma sentença e deram-lhe 10 dias para entregar as crianças . ao seu casal. Antes do prazo, a 21 de junho, o pai deslocou-se a Lisboa, enquanto a mãe, que desconhecia o paradeiro dos filhos, deslocou-se a Espanha para apresentar queixa por maus tratos. Os magistrados estenderam na segunda-feira o mandado de prisão nacional para a arena internacional.

Joaquín Amills, presidente da SOS Desaparecido, revelou dias atrás que o pai havia ameaçado a mãe de matar os filhos se ela fosse à polícia. Amills também indicou que havia imagens do pai em Tenerife, e que ele sabia que havia feito vários voos de e para Madri sozinho, e até que havia avisos de indivíduos de “possíveis avistamentos”.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.