Coronavírus na Espanha: resumo das notícias de 7 de agosto

Bundesliga decide sobre o acesso aos estádios dos não vacinados

A discussão sobre os direitos dos não vacinados chegou à Bundesliga e alguns clubes já anunciaram que vão permitir a entrada apenas de torcedores que foram vacinados contra o coronavírus ou se recuperaram da infecção.

A partir do final de agosto, a colônia Só permitirá que torcedores vacinados contra o coronavírus ou que se recuperaram após testar positivo para a infecção entrem em seu estádio. Uma porta-voz do clube confirmou à rede “WDR” na sexta-feira que um teste negativo não será mais suficiente a partir da segunda partida da Bundesliga que jogam em casa, que será disputado no dia 28 de agosto contra o Bochum.

Por sua vez, Hoffenheim se opõe a restrições impostas pelo ministro da Saúde Jens Spahn. “A entrada nos estádios deve continuar a ser possível para quem passou pelos testes. Não nos parece certo que o 3G seja convertido em 2G de forma furtiva”, disse o gerente geral do clube, Jan Mayer, ao “Stuttgarter”. jornais. Zeitung” e “Stuttgarter Nachrichten”.

“Isso seria uma vacinação obrigatória pela porta dos fundos. Não devemos nos deixar instrumentalizar para fins políticos”, acrescentou.. A regra 3G significa vacinado, recuperado e testadoe é aplicado e em diversos eventos.

A publicação desportiva “Kicker” e o jornal “Bild” detalharam as intenções da Colónia, que pretende continuar a aplicar excepções a crianças e jovens até aos 16 anos, bem como a pessoas excluídas da vacinação por motivos médicos.

A base para esta decisão são os atuais regulamentos de proteção contra o coronavírus no estado federal da Renânia do Norte-Vestfália. Essa mesma portaria será aplicada pelo Borussia Dortmund, que também permitirá o acesso ao seu estádio apenas para pessoas vacinadas ou recuperadas se a incidência chegar a 35 casos por 100 mil habitantes.

As crianças são excluídas. Com uma incidência inferior a 35, aqueles que deram um teste negativo também poderão entrar no seu estádio. Em seu primeiro jogo em casa, Colônia, contra o Hertha Berlin em 15 de agosto, responsáveis ​​calculam presença de 16.500 espectadoresdos quais 1.000 terão o suficiente com um teste negativo.

“A vacinação é a chave para voltar a um novo normal; sem ela, será difícil a longo prazo”, disse o CEO do clube, Alexander Wehrle, ao jornal “Bild” em sua edição de sexta-feira.

Há diversidade de opinião nos partidos que compõem o Executivo de coalizão da chanceler Angela Merkel. “Acho errado e legalmente inadmissível excluir pessoas não vacinadas da vida pública“, declarou ao “Bild” o social-democrata Andreas Bovenschulte, prefeito de Bremen.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.