como reagir se você entrar em contato com a “falsa água-viva”

A fragata portuguesa, também conhecida como falsa água-viva ou caravela portuguesa, é um animal marinho que liberta um poderoso veneno através dos seus tentáculos, que pode ser mortal se entrar em contacto com a pele humana.

Esta espécie aparece regularmente nas praias chilenas e este 2022 foi avistado nas regiões de Coquimbo e Valparaíso, o que levou as autoridades de saúde a pedir cautela aos turistas que querem passar férias à beira-mar.

É mais frequente encontrar-se no norte do país porque prefere águas quentes, sendo o seu habitat natural as zonas tropicais e subtropicais dos oceanos Pacífico e Índico, e na Corrente do Golfo Atlântico, informa o jornal espanhol La Vanguardia.

Por sua vez, o Ministério da Saúde (Minsal) destaca que os avistamentos no Chile “têm grande variabilidade em termos de ocorrência e número de espécimes detectados, o que pode estar relacionado à direção e velocidade dos ventos, à temperatura da superfície do mar ​​e outros fatores ambientais, o que dificulta o desenvolvimento de modelos preditivos para antecipar sua presença”.

Como é a fragata portuguesa e como você reage se entrar em contato com uma? Aqui te contamos.

Como identificar a fragata portuguesa?

A parte principal da fragata, que seria como sua ‘cabeça’, é chamada de boia e costuma ter cerca de 20 centímetros de comprimento. Tem uma textura gelatinosa e tom transparente.

Depois, há os tentáculos, que podem medir até 10 metros, embora quando totalmente estendidos possam chegar a 50 metros, e ter até 1 milhão de elementos urticantes em cada centímetro de superfície.

Esses tentáculos são venosos tanto vivos quanto mortos, então não se aproxime do animal, mesmo que você pense que ele está morto.

Imagem: Minsal

Sintomas da “picada” na pele

Quando os tentáculos da fragata portuguesa entram em contato com a pele, produzem vermelhidão e dor intensa, semelhante à de uma queimadura. Você também pode sentir ardor e coceira.

Em casos mais graves, começa a gerar vômitos e febre e, se a lesão não for tratada, pode ser fatal, por isso é de vital importância que você vá a um centro médico imediatamente se tocar em uma amostra.

O que fazer em caso de lesão de fragata portuguesa

O Minsal aconselha retirar os restos de tentáculos que possa ter na pele, sem tocá-los, e mantê-la exposta, sem se cobrir com toalhas ou jogar areia em si mesmo.

Da mesma forma, é necessário lavar imediatamente com água do mar e nunca aplicar água doce ou vinagre, pois podem piorar a reação. La Vanguardia observa que outra substância segura para lavar a lesão é o álcool.

A partir daí, e como já referimos, deve dirigir-se com urgência a um centro médico para que os profissionais de saúde possam realizar o tratamento correspondente.

Imagem: Coquimbo Saúde Seremi

Origens: minsal, A vanguarda.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.