Brasil nas urnas: Lula 48,4%, Bolsonaro 43,2% | As notícias e análises mais importantes da América Latina | DW

Todas as informações em CET Time – Central European Time

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com 48,40% dos votos válidos nas eleições deste domingo no Brasil, terá que definir a Presidência em segundo turno com o atual presidente, Jair Bolsonaro, que obteve 43,20%, segundo dados oficiais .

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), após ter sido escrutinado 99,90%, nenhum candidato conseguiu alcançar mais da metade dos votos, barreira necessária para garantir a eleição sem a necessidade de segundo turno.

O resultado força uma votação em 30 de outubro. As pesquisas deram a Lula uma ampla vantagem sobre Bolsonaro às vésperas da disputa, a mais polarizada em décadas no maior país da América Latina.

Ao final de uma contagem agonizante que começou por dar a Bolsonaro uma vantagem de até sete pontos, mas depois foi reduzida por quedas, os resultados colocaram o ex-presidente na frente.

06:47 | Romário é reeleito senador pelo partido de Bolsonaro

O ex-jogador de futebol Romário de Souza Faria, artilheiro e melhor jogador da Copa do Mundo dos Estados Unidos em 1994 pela seleção brasileira, foi reeleito senador neste domingo pela mão do partido do presidente Jair Bolsonaro.

O ex-jogador obteve mais de 2,3 milhões de votos (cerca de 29%) e representará o estado do Rio de Janeiro na câmara alta pelos próximos oito anos. Romário, que concorreu com o Partido Liberal (PL), sigla de aluguel do líder da extrema-direita brasileira, entrou na política em 2010, quando foi eleito deputado por seu estado natal, o Rio de Janeiro, e em 2014 assumiu outro passo nessa corrida e ganhou uma cadeira no Senado.

06:35 | Triunfo bolsonarista nas eleições legislativas e para governador

Candidatos aliados do presidente Jair Bolsonaro conquistaram importantes vitórias no domingo nas eleições legislativas e governamentais realizadas paralelamente ao duelo presidencial no Brasil. “O bolsonatarismo pode comemorar”, escreveu a analista Míriam Leitão em sua coluna para o jornal O Globo.

Pelo menos nove ex-ministros de Bolsonaro venceram nas urnas. Além disso, o Partido Liberal do chefe de Estado caminha para ter a maior bancada da Câmara dos Deputados, segundo analistas, e no Senado, figuras do PL e de grupos aliados conquistaram pelo menos 14 das 27 cadeiras em disputa .

4:05 | Justiça eleitoral valoriza “vontade democrática” dos brasileiros

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do Brasil, Alexandre de Moraes, valorizou a “paz” que prevaleceu nas eleições realizadas neste domingo e assegurou que isso “demonstra a profunda vontade democrática” da sociedade.

De Moraes sublinhou ainda a “transparência”, “fiabilidade” e “rapidez” do sistema de votação electrónica, que em pouco mais de quatro horas permitiu contabilizar os cerca de 120 milhões de votos que foram emitidos este domingo.

02:53 | Governador apoiado por Bolsonaro reeleito no Rio

O conservador Cláudio Castro, do Partido Liberal (PL), foi reeleito governador do Rio de Janeiro neste domingo no primeiro turno, derrotando Marcelo Freixo, que contou com o apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Castro venceu por ampla margem com 58,2% dos votos, ante 27,7% obtidos por Freixo, segundo dados oficiais divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O resultado é um duro golpe para a esquerda brasileira que, com o consentimento de Lula, aspirava a chegar ao poder no terceiro estado mais populoso do país.

02:35 | Lula lidera Bolsonaro por quatro pontos

Lula da Silva continua liderando os resultados das eleições presidenciais deste domingo no Brasil, com 47,77% dos votos válidos, e o atual presidente, Jair Bolsonaro, aparece em segundo lugar, com 43,77%, após ter 96,20% do total escrutinado, de acordo com dados oficiais.

Seguidor do presidente Jair Bolsonaro chora ao ouvir o resultado do primeiro turno eleitoral em Brasília.

02:02 | Vantagem do ex-presidente Lula continua se expandindo

O ex-presidente de esquerda Luiz Inácio Lula da Silva assumiu a liderança e liderou o primeiro turno das eleições presidenciais brasileiras por uma pequena vantagem, com 47,5% dos votos contra 44% da extrema-direita Jair Bolsonaro, antecipando uma provável votação, apurada 93,87% dos votos.

As pesquisas apontavam o ex-presidente Lula (2003-2010), líder do Partido dos Trabalhadores (PT), como o grande favorito para voltar à presidência, mesmo com uma vitória no primeiro turno.

01:53 | Lula prevalece em Portugal sobre Bolsonaro

O ex-presidente Luz Inácio Lula da Silva prevaleceu sobre o atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, nas mesas de votação montadas em Portugal para as eleições presidenciais deste domingo.

Lula teria prevalecido sobre Bolsonaro por uma confortável maioria nas duas maiores cidades portuguesas, Lisboa e Porto, onde se concentra a maior parte dos mais de 45 mil eleitores brasileiros registrados para participar das eleições presidenciais.

Com 91% dos votos em Portugal apurados, Lula vence em Lisboa com 61% dos votos, quase o dobro de Bolsonaro, segundo o jornal Público. Também em Faro (Algarve) o candidato do PT avançou, segundo o jornal.

Tanto em Lisboa como no Porto, centenas de apoiantes do ex-presidente festejaram a sua vitória em Portugal.

Nas eleições de 2018, foi Bolsonaro quem conquistou a esmagadora maioria em Portugal, cerca de 70% dos votos.

01:51 | Juiz que prendeu Lula ganha vaga no Senado

O ex-juiz Sergio Moro, que em seu tempo como magistrado prendeu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e depois atuou como ministro da Justiça no governo de Jair Bolsonaro, conquistou uma vaga no Senado brasileiro nas eleições legislativas deste domingo.

Moro, ex-símbolo da luta contra a corrupção no Brasil, chegou a querer concorrer às eleições presidenciais, mas finalmente seu partido, União Brasil, o obrigou a desistir; e hoje prevaleceu com 33,7% dos votos para o estado do Paraná (sul), com 98,2% das pesquisas apuradas.

 Apoiadores do presidente brasileiro e candidato à reeleição Jair Bolsonaro reagem enquanto assistem à contagem dos votos nas eleições legislativas e presidenciais, no Rio de Janeiro.

Apoiadores do presidente brasileiro e candidato à reeleição Jair Bolsonaro reagem enquanto assistem à contagem dos votos nas eleições legislativas e presidenciais, no Rio de Janeiro.

01:42 | Candidato de Bolsonaro mantém o Governo de Brasília

O governador do Distrito Federal de Brasília, Ibaneis Rocha, foi reeleito neste domingo no primeiro turno das eleições com 50,27% dos votos e com apoio decisivo do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro.

Segundo dados oficiais, com 99,72% do censo apurado, Rocha, do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), de centro-direita, derrotou o candidato do Partido Verde, Leandro Grass (26,27%), que era apoiado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula. da Silva.

01:30 | Lula lidera Bolsonaro por quase 3 pontos

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lidera seu principal adversário e candidato à reeleição Jair Bolsonaro em quase 3 pontos percentuais, após ter contabilizado 90,26% do total, segundo dados oficiais.

O chefe de Estado, agora com 47,1% dos votos válidos, vinha liderando o resultado quase desde o início da votação, mas Lula, já com 44,3%, assumiu a liderança na reta final.

01:24 | Lula avança com Bolsonaro com 70% fiscalizado no Brasil

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lidera o resultado das eleições presidenciais deste domingo no Brasil, com 45,74% dos votos válidos, e o atual presidente, Jair Bolsonaro, aparece em segundo lugar, com 45,51%, após ter escrutinado 70,00% dos votos. o total, segundo dados oficiais.

Apoiadores de Lula da Silva concentrados na Avenida Paulista, em São Paulo, comemoram os resultados das eleições.

Apoiadores de Lula da Silva concentrados na Avenida Paulista, em São Paulo, comemoram os resultados das eleições.

01:01 | Bolsonaro mantém leve vantagem sobre Lula

O presidente de extrema-direita Jair Bolsonaro liderou a contagem de votos no primeiro turno das eleições presidenciais brasileiras por uma pequena vantagem, com 46% contra 44% do esquerdista Luiz Inácio Lula da Silva, uma vez que 54% dos votos foram apurados.

00:50 | Bolsonaro 47,9% – Lula 43,3% com 16,16% contados

O presidente Jair Bolsonaro lidera o resultado das eleições presidenciais deste domingo no Brasil, com 47,9% dos votos válidos, e o líder progressista Luiz Inácio Lula da Silva aparece em segundo lugar, com 43,3%, após ter sido escrutinado 16,16% do total , segundo dados oficiais.

Apoiadores de Lula da Silva reagem com preocupação em São Paulo, antes das primeiras apurações.

Apoiadores de Lula da Silva reagem com preocupação em São Paulo, antes das primeiras apurações.

23:18 | Bolsonaro ultrapassa Lula com 5,42% apurados

O presidente Jair Bolsonaro lidera as eleições presidenciais com 48,80% dos votos, segundo os resultados oficiais, que mal contam com 5,42% do censo. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ex-presidente progressista Luiz Inácio Lula da Silva, que havia começado à frente nas primeiras votações, agora está em segundo lugar com 42,18%.

Em terceiro lugar está a senadora Simone Tebet, do Movimento Democrático Brasileiro (MDB, centro-direita), com 4,70% dos votos.

23:09 | Lula lidera primeira votação com 51,18%

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lidera as eleições presidenciais realizadas neste domingo no Brasil com 51,18% dos votos, segundo os primeiros resultados oficiais, divulgados quando apenas 0,09% do censo foi computado. Os primeiros dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) colocam em segundo lugar, com 36,73%, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, que aspira à sua reeleição.

22:00 | Assembleias de voto encerradas

Os colégios eleitorais do Brasil fecharam suas portas neste domingo (02.10.2022) após o primeiro turno das eleições para o qual 156,4 milhões de eleitores foram convocados para eleger um presidente, governadores, deputados, um terço do Senado e renovar as assembleias legislativas regionais.

Calvin Clayton

"Encrenqueiro incurável. Explorador. Estudante. Especialista profissional em álcool. Geek da Internet."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *