Árbitro salvadorenho Iván Barton mantém excelente atuação e seguirá no Mundial

Eles passaram pelo filtro. Os salvadorenhos Iván Barton e David Moran seguirão neste Mundial com amplas possibilidades de dirigir mais uma partida neste Mundial do Catar 2022 naquela que já é considerada uma participação histórica para a arbitragem nacional.

Barton se tornou o primeiro salvadorenho junto com Morán a dirigir uma fase decisiva de uma Copa do Mundo. As suas atuações deram-lhes crédito e agora passaram o corte após a análise técnica dos últimos jogos para confirmar a sua continuidade no Qatar.

O salvadorenho Iván Barton tem sido um dos árbitros mais destacados desta Copa do Mundo. A participação em duas partidas da fase de grupos e mais uma nas oitavas de final fazem de seu desempenho o melhor para um nacional em uma Copa do Mundo.

Os elogios não vieram só de El Salvador. A mídia internacional e os jornalistas que acompanham a Copa do Mundo avaliaram sua participação como marcante. Principalmente após os primeiros jogos por causa de sua tomada de decisão e sua forma rígida de impor a ordem em campo.

Ele também tem feito uso de ferramentas tecnológicas, como na partida entre Alemanha e Japão em que se apoiou para invalidar um gol dos alemães e depois, no duelo entre Brasil e Suíça, anulou um gol do Rio por impedimento. O jogo milimétrico de Richarlison.

Barton estará na lista de reserva elegível para as partidas das quartas de final que começam na sexta-feira. Brasil – Croácia, Argentina – Holanda, Portugal.

Tag:

Eloise Schuman

"Fã de café. Especialista em viagens freelance. Pensador orgulhoso. Criador profissional. Organizador certificado."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *