Ansiedade e insegurança, principais problemas dos jovens por ficarem sem celular – Tecnologia

A ansiedade e a insegurança são alguns dos principais problemas que os jovens espanhóis sofrem ao passar uma semana sem telemóvel, de acordo com um projeto de investigação pioneiro na Europa liderado pela Universidade de Málaga.

No experimento realizado com quase uma centena de voluntários, com idades entre 15 e 24 anos, o uso do telefone foi monitorado por três semanas, em que eles concordaram em permanecer desconectados por sete dias e registrar suas impressões em um diário, bem como respondendo pesquisas semanais.

O projeto também busca estudar a credibilidade das notícias que recebem por meio das redes sociais e que fazem parte, quase que exclusivamente, de sua dieta de notícias. Daí a necessidade de conhecer seu comportamento antes do uso permanente do aparelho, conforme relatado em depoimento.

A investigação, liderada pelo Professor Pedro Farias e co-dirigida pelo Professor Bernardo Gómez (ambos da Universidade de Málaga), inclui também a Universidade Complutense de Madrid, a Universidade Miguel Hernández de Elche e vários parceiros internacionais como a Universidade de Viena e o da Beira Interior (Portugal).

Durante a primeira semana de análise, os jovens utilizaram o telemóvel da forma habitual e aí foi detetado que o tempo médio de consumo para todo o tipo de utilizações do aparelho subiu para cinco horas por dia.

Quatro horas foram dedicadas exclusivamente às redes sociais, com o WhatsApp aparecendo na posição de maior destaque, seguido pelo Instagram e em terceiro pelo TikTok, este último em constante crescimento como o único canal de informação para os mais novos.

Darcy Franklin

"Amante da TV. Ninja da música. Fanático por viagens amador. Fã de bacon. Evangelista de comida amigável. Organizador freelance. Fanático certificado pelo twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *