A venda do Chelsea passa pela autorização de Portugal

Mais um prego para o calvário do Chelsea. Governo português alerta que venda do clube deve passar pela sua autorização

o governo português admitiu esta terça-feira que mantém contactos com Londres sobre a venda do Chelseaa equipe do magnata russo Roman Abramovich, e alertou que a operação requer autorização daquele país.

O governo britânico está “a estudar as possibilidades de vender” o Chelsea, que “de momento é propriedade de uma pessoa que está numa lista de sanções”, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros português, João Gomes Cravinho, referindo-se a Abramovich, que tem passaporte português.

“Obviamente, estamos em diálogo com o governo britânico, com a Comissão Europeia, mas seremos intransigentes na aplicação de nossas obrigações legais”, disse o ministro à mídia local.

Sobre o Chelsea “há um ponto absolutamente fundamental: Portugal aplica as sanções que foram decretadas pela União Europeia. Fazemo-lo sem excepções, e vamos continuar assim”, insistiu.

Segundo a mídia britânica, o Chelsea poderia ser vendido ao grupo de Todd Boehly, co-proprietário do time de beisebol Los Angeles Dodgers.

Portugal mantém congelado desde março um imóvel avaliado em 10 milhões de euros pertencente ao oligarca russo no Algarve (sul) e que foi feita uma tentativa de venda duas semanas antes da invasão da Ucrânia.

VOLTAR PARA CASA

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.