A ocupação de quartos de cuidados intensivos em Portugal cresce devido ao coronavírus

O número de pacientes hospitalizados também é o maior desde 30 de março, quando 584 pacientes hospitalizados foram relatados, informou o ministério.

O comunicado acrescentou que 2.041 novos casos e nenhuma morte pela doença foram registrados nesse período, informou a agência de notícias Europa Press.

Este é o quinto dia consecutivo com mais de 2.000 infecções diárias em Portugal.

Ontem, a Direção-Geral da Saúde portuguesa reportou quatro mortes e 2.605 infeções nas 24 horas anteriores, o maior número de infeções em quase cinco meses, desde 12 de fevereiro.

Portugal é o país com maior incidência de infeções por coronavírus, sobretudo devido à entrada da variante Delta, muito mais contagiosa e virulenta do que os seus antecessores.

As regiões de Lisboa e Vale do Tejo representam 45 por cento dos novos casos, 928, seguidas do Norte, com 564 casos, informou a Direção de Saúde.

A incidência é de 189,4 casos por 100.000 habitantes, enquanto a taxa de transmissão é de 1,16, acrescentou.

Fruto do novo aumento de casos, o Governo português voltou a impor o recolher obrigatório em 45 municípios dos 278 que o país tem, que entrou em vigor na passada sexta-feira às 23h00 até às 05h00 de ontem.

Portugal, com 10 milhões de habitantes, acumula 17.112 mortos e 889.088 casos confirmados desde o início da pandemia.

Calvin Clayton

"Encrenqueiro incurável. Explorador. Estudante. Especialista profissional em álcool. Geek da Internet."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.