A Comunidade valoriza o esforço pela sustentabilidade e o compromisso de suas empresas com a proteção do meio ambiente

A Comunidade valoriza o esforço pela sustentabilidade e o compromisso das empresas da Região de Múrcia em seu trabalho para proteger o meio ambiente. A afirmação foi feita pelo ministro da Água, Agricultura, Pecuária, Pescas, Ambiente e Emergências, Antonio Luengo, durante a sua participação na apresentação do primeiro equipamento instalado em Espanha que gera hidrogénio verde. É uma máquina compacta e funcional com emissões ‘zero’ de carbono, que pode ser utilizada como combustível ou armazenamento de energia no setor agrícola e que foi anunciada pela empresa ACOM-Agrocomponentes.

Luengo destacou “a importância da inovação e do investimento em equipamentos assentes na sustentabilidade, que servirão para se tornar uma referência no setor agrícola para Espanha e Portugal”. O novo maquinário oferece um serviço integral que vai desde a instalação do equipamento na cadeia produtiva ou o treinamento para seu correto manuseio, até a manutenção da máquina”.

“Representa um marco a nível nacional que marca uma nova solução para a descarbonização do sector agrícola e agro-industrial. Este sistema representa um grande passo para a inclusão nestes sectores do hidrogénio verde como vector energético chamado a liderar a Europa transição ao nível das energias verdes, melhorando a sustentabilidade e competitividade das nossas empresas no quadro europeu”, sustentou o conselheiro.

“Dado o grande aumento das instalações de geração de energia renovável, fotovoltaica e principalmente eólica, surge a necessidade de sistemas de armazenamento de energia que permitam desacoplar a geração do consumo, melhorando seu uso e, portanto, dando maior flexibilidade a essas energias renováveis ​​que dependem de fatores externos como o sol ou o vento “Aplicar este sistema significa dar mais um passo em prol da autossuficiência das fazendas”, disse Luengo.

Uma vida útil de até 30 anos

Desde que entrou em operação, em 3 de novembro, em apenas 10 dias, foram gerados 25 kg de H2 verde, equivalentes a 420 kWh de eletricidade de armazenamento, o que representa uma redução nas emissões de mais de uma tonelada de CO2. Equivale a plantar várias dezenas de árvores.

Este equipamento permite armazenar grandes quantidades de hidrogênio em baixa pressão (menos de 40 bar) e baixa temperatura. Este tipo de tecnologia de armazenamento de hidrogênio de hidreto de metal é capaz de armazenar a mesma energia que um tanque de gás pressurizado em um volume 15 vezes menor. Esses sistemas garantem até 3.500 ciclos de carga e descarga sem perda de capacidade ou degradação do armazenamento; Além disso, tem uma vida útil estimada de até 30 anos.

A empresa ACOM-Agrocomponetes possui instalações de 10.000 metros quadrados e escritórios no México e na Turquia, dedicada à inovação tecnológica aplicada à agricultura. Tem como foco desde sua criação soluções para automação e modernização de estufas e lavouras. Um de seus objetivos é que as instalações de produção agrícola, por meio de soluções passivas, tenham melhor desempenho energético. É uma empresa que respeita o meio ambiente e está ciente da importância crescente da energia limpa.

Eloise Schuman

"Fã de café. Especialista em viagens freelance. Pensador orgulhoso. Criador profissional. Organizador certificado."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *